Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Grêmio leva a melhor sobre o Palmeiras no histórico da Copa do Brasil

Rivais na semifinal de 2012, times já se encontraram outras três vezes na competição

iG Porto Alegre |

Gazeta
Grêmio levou a melhor sobre o Palmeiras nos tempos do goleiro Danrlei

Semifinalistas da edição 2012, Grêmio e Palmeiras vão se enfrentar pela 4ª vez em um mata-mata de Copa do Brasil. O histórico é favorável aos gaúchos, com duas passagens de fase e uma eliminação.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Todos os encontros aconteceram na década de 90. Nas oitavas-de-final de 1993 o Grêmio, treinando por Sérgio Cosme, passou pelo Palmeiras, de Vanderlei Luxemburgo. Foram dois empates de 1 a 1 e a vitória nos pênaltis.

Leia também: Luxemburgo quebra tabu de 16 anos, mas ainda leva a pior contra Felipão

Em 1995 outro encontro nas oitavas, mais dois empates e outra vez a vaga para o Grêmio. 1 a 1 no Olímpico e 2 a 2 no Parque Antártica, com o critério dos gols marcados fora prevalecendo. Felipão comandava os gaúchos e Valdir Espinosa treinava os paulistas.

 Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

O Palmeiras deu o troco em 1996. A fase era a mesma de 2012: a semifinal. Os técnicos também eram os mesmos atuais, mas em times invertidos. Luxa comandava o Palmeiras que venceu o primeiro jogo por 3 a 1 e perdeu o segundo por 2 a 1, assegurando a vaga sobre Felipão.

Confira a ficha das últimas duas eliminatórias:

Oitavas de Final 1995, 1º jogo - Grêmio 1 x 1 Palmeiras - Olímpico

Gols: Rivaldo (P), Dinho (G)

Palmeiras: Velloso, Flávio Conceição, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos; Amaral, Mancuso, Paulo Isidoro e Valber; Edmundo e Rivaldo. Técnico: Valdir Espinosa.

Grêmio: Danrlei, Arce, Luciano, Adílson e Roger; Dinho (André Vieira), Luís Carlos Goiano, Carlos Miguel e Arílson (Jacques); Paulo Nunes e Jardel. Técnico: Luís Felipe Scolari.

Oitavas de Final 1995, 2º jogo - Palmeiras 2 x 2 Grêmio - Palestra Itália

Gols: Luís Carlos Goiano e Paulo Nunes (G), Lozano e Rivaldo (P)

Palmeiras: Velloso, Flávio Conceição, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos; Amaral, Mancuso, Paulo Isidoro e Válber; Maurílio (Lozano) e Rivaldo. Técnico: Valdir Espinosa.

Grêmio: Danrlei, Arce, Luciano, Adílson e Roger; Dinho, Luís Carlos Goiano, Carlos Miguel e Arílson; Paulo Nunes (Magno) e Jardel (André Vieira). Técnico: Luís Felipe Scolari.

Gazeta Press
Com Rivaldo em campo, paulistas conseguiram vitória em 1996

Semifinal 1996, 1º jogo - Palmeiras 3 x 1 Grêmio - Palestra Itália

Gols: Rivaldo, Djalminha e Muller (P), Paulo Nunes (G)

Palmeiras: Velloso; Cafu, Sandro Blum, Cléber e Júnior (Cláudio); Amaral, Flávio Conceição, Djalminha e Rivaldo, (Osio); Muller e Luizão (Elivélton). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Grêmio: Danrlei; Arce, Luciano, Rivarola e Ailton (Rodrigo Mendes); Dinho (Émerson), Luiz Carlos Goiano, Carlos Miguel e João Antonio; Paulo Nunes (Zé Alcino) e Jardel. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Semifinal 1996, 2o. jogo - Grêmio 2 x 1 Palmeiras - Olímpico

Gols: Luizão (P), Jardel e Zé Alcino (G)

Palmeiras: Velloso; Cafu, Sandro, Cláudio e Júnior; Amaral, Galeano, Djalminha (Roque Junior) e Rivaldo; Muller (Marquinhos) e Luizão (Elivélton). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Grêmio: Danrlei; Arce, Luciano, Rivarola e Roger; Adilson, Aílton e João Antônio; Paulo Nunes, Rodrigo Mendes (Zé Alcino) e Jardel. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Grêmio ou Palmeiras? Ajude seu time na torcida virtual

Leia tudo sobre: GrêmioPalmeirasCopa do Brasil 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG