Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Joel desabafa e pede fim das críticas ao seu trabalho

Técnico avisa que defesa precisa melhorar e promete treinar bolas aéreas para corrigir erros de posicionamento

Hilton Mattos - iG Rio de Janeiro |

Parece que finalmente Joel Santana terá uma noite tranquila. Após a vitória de 3 a 1 sobre o Coritiba, na noite deste sábado, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico do Flamengo desabafou. Com muito rancor, o treinador festejou o que ele considera de fim das críticas, alegando ter sido vítima de perseguição nas últimas semanas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores


Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

O treinador, em razão dos resultados recentes, estava ameaçado. Podia até não perder o cargo esta noite, mas já não havia tanta garantia sobre a manutenção do seu emprego. No vestiário, já de banho tomado e ainda com o semblante tenso em razão dos últimos acontecimentos - entre eles a polêmica saída de Ronaldinho Gaúcho -, Joel disparou:

“Há quatro meses, estou só recebendo crítica. Do dia que eu cheguei até hoje, quanto a equipe foi modificada?! Sou um homem realizado, não preciso provar mais nada na minha vida”, desabafou o treinador, emendando: “Saiu o noticiário do Ronaldinho (Gaúcho), o noticiário foi o Joel. Estou nisso há 40 anos. Não sei nada? Estou parado na esquina? Hoje, entrei em campo e o cara veio me perguntar se eu tinha medo de perder o emprego. Poxa, o jogo ia começar! Que pressão é essa? Já apanhei demais. Dá uma colher de chá!”.

Veja ainda: Aniversariante da noite, Renato festeja duplamente a vitória sobre o Coritiba

Passado o alívio com a vitória, Joel quer aproveitar a semana livre para preparar a equipe visando ao compromisso do dia 17, no Engenhão, contra o temido Santos. Um dos principais cuidados do treinador para esta partida é com o setor defensivo. O técnico não cansa de admitir que a zaga é a principal carência do time.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Ao mesmo tempo em que defesa sofreu sete gols e é a pior do campeonato, o ataque é o mais positivo, com nove. Joel sabe que terá muita dor de cabeça para arrumar a casa. 

“(O time) está sendo muito mexido. Você tem que dosar os setores. Eu já venho falando nisso há bastante tempo. As pessoas falam de três cabeças-de-área, quatro volantes...Não é bem por aí. Mas a nossa defesa toma gol com muita facilidade. E nós ainda não definimos nossa maneira de jogar”, analisou Joel, prometendo trabalhar intensamente esta semana para não repetir os erros.

“Esta semana, eu vou ser incansável no treinamento defensivo e na bola alçada. Nosso time é mestre em tomar gol de bola aérea”.

Leia tudo sobre: flamengojoel santanabrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG