Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dinamarca faz 1 a 0 na Holanda e grupo da morte da Euro começa com zebra

Dinamarca faz 1 a 0, quebra tabu de 45 anos e começa com vitória grupo que conta com Alemanha e Portugal

iG São Paulo | - Atualizada às

O grupo da morte da Euro 2012 começou com zebra. Cabeça de chave, vice-campeã mundial e uma das favoritas ao título, a Holanda não conseguiu passar pela Dinamarca e perdeu por 1 a 0, em Carcóvia, na Ucrânia, no primeiro jogo do grupo B (que ainda tem Alemanha e Portugal ).

Fotos: Mulheres dos atletas alemães já estão na Euro para ficar na torcida

De nada serviu a maior presença holandesa no ataque, a maior posse de bola ou as infindáveis chances de gol da Holanda. Mais eficiente, com marcação muito bem posicionada, a Dinamarca quebrou um tabu de 45 anos.

E mais: Alemanha e Portugal jogam neste sabado

Desde 1967 a seleção da Escandinávia não vencia os "laranjas". Foram oito jogos neste período com cinco empates e três derrotas dinamarquesas (a última na Copa de 2010 por 2 a 0)

O jogo
Jogando como a favorita, a Holanda, cabeça de chave do grupo B, teve nos primeiros 20 minutos de jogo um amplo domínio. Foram oito finalizações (apenas uma no gol, é verdade), mas o domínio holandês no início do jogo era evidente. Mas como no futebol ter a bola no pé não significa vitória, a Dinamarca foi quem sorriu primeiro e foi para os vestiários na frente.

Com uma marcação eficiente e a mira calibrada no ataque, a Dinamarca chegou bem menos ao ataque, mas na sua primeira tentativa chegou ao gol da vitória parcial no primeiro tempo. Aos 24 minutos, Krohn-Dehli aproveitou rebote, driblou Heitinga dentro da área e fuzilou Stekelenburg por baixo das pernas do goleiro.

Getty Images
Sneijder lamenta derrota para a Holanda

A Holanda, com mais de 60% de posse de bola, não conseguiu vazar a Dinamarca apesar de algumas falhas da zaga rival. Na chance mais clara para os holandeses, o goleiro Andersen soltou a bola no pé de Robben que da meia lua chutou no canto, mas parou na traveaos 36 minutos.

A Holanda chutou 13 bolas ao gol, mas Andersen fez apenas duas defesas. Já a Dinamarca, eficiente como uma máquina, chutou cinco vezes a gol e todas foram no alvo. Uma acabou entrando.

O segundo tempo começou sem alterações das duas partes e com a Holanda sem mudar a postura demonstrada no início da partida. Numa blitz, com muita movimentação dos seus três homens mais avançados (Robben, Afellay e Van Persie), a Holanda chegou com muito perigo. Foram 14 chutes a gol até os 25 minutos do segundo tempo. A Dinamarca, satisfeita, não se arriscou no ataque e suportou a pressão laranja.

Para aumentar a presença no ataque, o técnico holandês Bert van Marwijk sacou Afellay e De Jong para apostar em Huntelaar e Van der Wart aos 26 minutos. E a melhor chance de empatar da Holanda veio aos 28. Do meio campo, Sneijder fez lançamento primoroso para Huntelaar dominar na frente de Andersen. O goleiro fechou o ângulo e impediu o gol. 

A Holanda ainda teve a saída do lateral van der Wiel para a entrada do atacante Dirk Kuyt, mas não conseguiu o empate. Os holandeses reclamaram nos minutos finais de um pênalti em bola na mão de Jakobsen dentro da área. O árbitro esloveno Damir Skomina ignorou. E a Holanda terá de ressuscitar na Euro contra Alemanha e Portugal.

FICHA TÉCNICA – HOLANDA 0 x 1 DINAMARCA
Local: Arena Metalist, em Carcóvia, na Ucrânia
Data: 9 de junho de 2012, sábado.
Horário: 13h (de Brasília)

Árbitro: Damir Skomina (da Eslovênia)

Assistentes: Primož Arhar e Matej Žunič (ambos da Eslovênia)

Cartões amarelos: Van Bommel (HOL); Kvist e Simon Poulsen (DIN)

Gol: Krohn-Dehli, aos 24 minutos do 1º tempo

Holanda: Stekelenburg; Van der Wiel (Kuyt), Heitinga, Vlaar, Willems; Van Bommel, De Jong (Van der Vaart); Robben, Sneijder, Afellay (Huntelaar); Van Persie. Técnico: Bert van Marwijk

Dinamarca: Andersen; Jacobsen, Agger, Kjaer, S.Poulsen; Kvist, Zimling; Rommedahl (Mikkelsen), Eriksen (Schøne), Krohn-Dehli; Bendtner Técnico: Morten Olsen

Leia tudo sobre: euro 2012holandadinamarcafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG