Seleção holandesa conta com a base vice-campeã do mundo em 2010 para conquistar a Europa após 24 anos

Na Copa do Mundo de 2010, a Holanda iniciou a campanha que culminaria no vice-campeonato contra a Dinamarca . Dois anos se passaram e a Laranja Mecânica se prepara para a estreia na Eurocopa . O adversário, mais uma vez, será a Dinamarca. O jogo será neste sábado, às 13h (de Brasília), no Estádio Metalist, em Kharkiv (Ucrânia). Considerada uma das favoritas ao título, a seleção holandesa espera ter melhor sorte desta vez.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Jogadores da Holanda realizam último treino antes da estreia na Euro
Getty Images
Jogadores da Holanda realizam último treino antes da estreia na Euro


Acompanhe tudo sobre a Euro 2012 pelo aplicativo iG Futebol

O técnico da Holanda, Bert Van Marwijk, usará na Euro a mesma base que bateu na trave na África do Sul. Os atacantes Robben e Van Persie e o meia Sjneider têm a missão de fazer com que a Holanda volte a conquistar a Europa, feito que não acontece desde 1988.

Veja ainda: De olho no tetra, Alemanha estreia na Euro contra 'freguês' Portugal

No entanto, o segundo lugar na Copa do Mundo deve ser encarado como motivação pelos holandeses, como afirma o capitão Van Bommel. “Perder aquela final em 2010 serve de motivação agora para a Euro de 2012”, disse. “Nós percebemos que, talvez, esta seja a última chance de nós ganharmos uma competição deste porte”, acrescentou o atacante Kuyt.

Leia também: Holanda não apresenta denúncia contra ofensas racistas

Além de carregar a fama de “vice”, a Holanda deverá ter outro obstáculo na competição continental: o racismo. Durante os treinamentos da seleção holandesa nesta semana, torcedores locais proferiram gritos racistas, imitando sons de macacos, aos jogadores. O fato foi lamentado pela delegação holandesa, que prometeu relatar à Uefa, entidade máxima do futebol europeu, caso isto volte a acontecer nos jogos oficiais.

Veja a tabela de jogos completa da Eurocopa 2012

Já no lado da Dinamarca, a ordem é simples: surpreender. “Nós não temos grandes estrelas como a Holanda tem”, assumiu o defensor Agger. Mesmo assim, os fatores mentais podem fazer diferença para a zebra Dinamarca. “Todos estão concentrados e nós estamos em uma boa condição psicológica”, revelou o técnico Olsen, no comando da Dinamarca desde 2000.

Daniel Agger, zagueiro da Dinamarca
Getty Images
Daniel Agger, zagueiro da Dinamarca

A Dinamarca ainda vem desfalcada para este encontro. O volante de 27 anos Niki Zimling, que atua no Club Brugge, da Bélgica, sofreu uma lesão ainda desconhecida na perna esquerda e foi levado por uma ambulância nos treinamentos que finalizaram a preparação dinamarquesa.

O zagueiro holandês Joris Mathijsen é outro que desfalca este encontro entre Holanda e Dinamarca. O jogador sofreu uma lesão na coxa esquerda e ainda deve ser cortado definitivamente do torneio nos próximos dias. Desta forma, o zagueiro Heitinga não poderá formar com Mathijsen a zaga que foi considerada como uma das mais fortes da Holanda dos últimos anos.

FICHA TÉCNICA - HOLANDA X DINAMARCA
Local:
Estádio Metalist, em Kharkiv (Ucrânia)
Data: 9 de junho de 2012, sábado
Horário: 13 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Damir Skomina (SVN)
Assistentes: Primož Arhar (SVN) e Matej Žunič (SVN)

HOLANDA: Stekelenburg; Willems, Vlaar, Heitinga e van der Wiel; de Jong, van Bommel, Afellay, Sjneider e Robben; van Persie
Técnico: Bert van Marwijk

DINAMARCA: Andersen; Poulsen, Agger, Kjaer e Jacobsen; Zimling, Kvist, Krohn-Dehli Eriksen e Rommedahl; Bendtner
Técnico: Morten Olsen

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.