Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipe elege gol contra o Náutico um dos mais bonitos da carreira

Meia diz que jogar improvisado na lateral não é problema, só precisa estar bem condicionado

Hilton Mattos - iG Rio de Janeiro |

O meia Felipe aproveitou bem a oportunidade dada pelo técnico Cristóvão Borges. Reserva no meio-campo, o experiente jogador mais uma vez foi um “quebra-galho” na lateral esquerda. O setor não chega a ser novidade para ele, que no começo da carreira fez sucesso na posição. Mas foi com um belo gol que o meia justificou a atuação.

Vasco passa fácil pelo Náutico e chega à terceira vitória no Brasileirão 2012

Aliás, não foi um gol simples. Pelo contrário. Este ano, contra o Flamengo, na Taça Rio, ele marcou um importante. E em 2011, diante do São Paulo, no Morumbi, pelo Brasileirão, também deixou sua marca em grande estilo. Mas o segundo da vitória de 4 a 2 sobre o Náutico, na noite desta quarta-feira, em São Januário, pela terceira rodada do Brasileiro, foi, segundo o próprio Felipe, um dos mais bonitos da sua carreira.

Gazeta Press
Vasco venceu a terceira partida em três jogos do Campeonato Brasileiro

“Acho que dos raros gols que fiz, com certeza esse foi muito bonito. O Cristóvão me deu liberdade e aproveitei bem. Jogar na lateral esquerda é a posição em que despontei, não há problema, mistério nenhum, só exige mais da parte física, mas estamos trabalhando forte desde o início do ano.

Leia também: Para Prass, vencer em casa é obrigação para quem quer ser campeão

Independentemente da posição, o importante é estar jogando e acima de tudo o Vasco sair ganhando”, comentou Felipe, que conduziu a bola pelo meio-campo, viu a defesa abrindo caminho e, da intermediária, arriscou de perna esquerda. A bola entrou no ângulo direito do goleiro.


Foi o 31º gol do meia com a camisa do Vasco. No ano passado, ele terminou o Brasileiro atuando na lateral, já que o clube negociara Ramon com o Corinthians e Márcio Careca não dava conta do recado. Como o titular Thiago Feltri ainda se recupera de um estiramento muscular, Felipe foi a opção de Cristóvão após testar o jovem Dieyson, de 18 anos. Domingo, contra o Bahia, em Pituaçu, o meia pode ser improvisado novamente.


Leia tudo sobre: vascofelipebrasileirão 2012cristóvão borges

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG