Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG sai na frente, mas Bahia empata e estraga a festa

Estreante Jô deixou sua marca, mas Fahel deixou tudo igual com Ronaldinho Gaúcho no Independência

Frederico Machado - iG Belo Horizonte | - Atualizada às

Bruno Cantini / Divulgação
Ronaldinho viu o jogo das tribunas do Independência

O Atlético-MG não conseguiu manter sua campanha impecável no Brasileirão. Com Ronaldinho Gaúcho nas tribunas do Independência, o time mineiro empatou com o Bahia em 1 x 1. O estreante Jô marcou cobrando penalidade, mas Fahel deixou tudo igual com um belo arremate de fora da área.

Confira a classificação atualizada do Brasileirão

A torcida atleticana marcou presença no Independência para ver Ronaldinho Gaúcho em ação, mas o meia não foi regularizado há tempo e assistiu ao jogo das tribunas do Independência. Mas outro jogador estreou e não decepcionou. Depois de problemas disciplinares no Internacional, o atacante deu seu cartão de visitas e fez o gol atleticano. Só não avisaram ao penetra Fahel, que empatou o jogo em uma bomba de fora da área.

Acompanhe o Brasileirão em tempo real no Aplicativo iG Futebol .


O jogo
A primeira chance da partida esteve nos pés do zagueiro Réver, que arriscou de longe e obrigou Omar a fazer boa defesa. Empurrado por sua torcida, o Atlético-MG dominava as ações da partida, enquanto o Bahia tentava encaixar um contra-ataque.

Futura Press
Jô deixou sua marca, mas não foi suficiente diante do Bahia

O estreante Jô teve boa oportunidade de cabeça já no final da primeira etapa, mas errou o alvo. “Alguém tem que aproximar mais para fazer a tabela. O jogo está complicado, Bahia muito fechado”, disse Jô.

A segunda etapa começou como a primeira, com o Atlético-MG pressionando. Jô chegou a balançar as redes, mas o juiz assinalou impedimento duvidoso. Mas o estreante da noite não demoraria a balançar a torcida atleticana.

Marcos Rocha foi derrubado na área e o juiz assinalou a penalidade. Jô correu para a bola e deslocou o goleiro para fazer o seu primeiro gol com a camisa alvinegra. Atrás no placar, o técnico Falcão promoveu mudanças e colocou seu time no ataque.

E a estratégia deu certo. O volante Fahel aproveitou descuido da defesa atleticana e arriscou de fora da área. O chute teve destino certo e calou o Independência que já estava em festa. 

Mas Jô ainda teve nova chance para ser o protagonista da partida. Depois de desvio de cabeça em escanteio, a bola sobrou e o atacante chutou para cima. O jogo terminou eletrizante, com duas bolas na trave do Atlético-MG, ambas de Paulo Henrique.

FICHA TÉCNICA- ATLÉTICO-MG 1X1 BAHIA
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 6 de junho de 2012, na quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Limas Henrique (RJ)
Assistentes: Lilian da Silva Ferndandes Bruno e Luiz Antonio Muniz de Oliveira, ambos do RJ
Público: 16.580 pagantes
Renda: R$609.895,00
Cartões amarelos: Rafael Marques e Pierre (ATL-MG); Lulinha (BAH)

Gol:
ATLÉTICO-MG: Jô, aos 6 minutos do segundo tempo
BAHIA:  Fahel, aos 26 minutos do segundo tempo 

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Marcos Rocha, Réver, Rafael Marques e Júnior César; Richarlyson, Pierre, Escudero (Juninho) e Danilinho (Paulo Henrique); Jô e Bernard (Mancini). Técnico: Cuca

BAHIA: Omar; Fabinho, Danny Morais, Titi e Ávine; Diones, Fahel, Jones (Ciro), Gabriel e Diego; Lulinha (Zé Roberto). Técnico: Falcão.

Entre para a torcida virtual do Atlético-MG e comente o duelo com o Bahia

Leia tudo sobre: Atlético-MGBahiaBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG