Tamanho do texto

Prova fará parte de dossiê contra o atacante. Teste teria sido feito durante um treinamento no Ninho do Urubu

Enquanto Ronaldinho Gaúcho tentar dar sequência à carreira e pode estrear pelo Atlético-MG já nesta quarta-feira, o Flamengo monta um dossiê para tentar reverter a rescisão do contrato do jogador na Justiça. A ideia é mostrar através de depoimentos, imagens e até exames, que o comportamento do atacante nunca foi profissional e prejudicou o clube carioca.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Um exame de sangue que aponta presença de álcool no organismo do jogador é uma dar armas do vice-presidente jurídico do Flamengo , Rafael De Piro. O teste teria sido feito durante um treinamento no Ninho do Urubu. Durante a passagem de Ronaldinho pela Gávea, ao mesmo tempo em que perdoava as falhas do jogador, o clube recolhia provas contra o ex-ídolo.

Leia mais: Ronaldinho marca em rachão descontraído no Atlético-MG

"Estou aguardando esse exame nos próximos dias, está com o departamento médico. É deste ano, não sei precisar exatamente a data, mas mostra o tipo de comportamento do jogador com a camisa do Flamengo . Será um dos pontos abordados no dossiê. É algo muito grave, uma atitude que nenhum profissional pode ter", disse o vice jurídico do clube ao iG .

Veja mais: Boate de BH dá boas-vindas a Ronaldinho Gaúcho


Aos poucos, o Flamengo começa a divulgar informações e provas que anteriormente tentava abafar. Nesta segunda-feira, um vídeo publicado pelo jornal Extra  mostra o ex-jogador entrando no quarto de uma mulher na concentração do time, em Londrina. Ele chegou às 23h e saiu somente às 9h do dia seguinte. A imagem desmente o jogador, que disse em entrevista à TV Globo que apenas conversou com uma amiga no hotel.

Leia também: Especialista em marketing vê dificuldade para o Atlético-MG com R10

Até mesmo o depoimento na Justiça de funcionários e jogadores do Flamengo contra o ex-camisa 10 deve acontecer, segundo o jornal O Globo . Muitos teriam presenciado os atos de indisciplina e aceitaram depor.

“Isso deve acontecer durante o processo. As provas testemunhais são importantes. Gente que trabalhou e conviveu com Ronaldinho . Funcionários do clube, incluindo jogadores e também ex-funcionários”, disse De Piro ao jornal.

E ainda: Atlético-MG espera recuperar o "menino" Ronaldinho Gaúcho

Ronaldinho Gaúcho espera receber R$ 40 milhões do ex-clube. Já o Flamengo ameaça ir até a Fifa e investigar a contratação do jogador pelo Atlético-MG . O clube procura informações para saber se o acerto foi feito antes do jogador conseguir a rescisão do contrato. Apesar de esperar uma vitória rápida, o clube não descarta ir à Fifa.

"Acredito que com o material que reunimos, vamos conseguir reverter essa decisão ser precisar ir à Fifa, mas não descartamos nada. Vamos em busca dos nossos direitos. Estamos mobilizados para buscar justiça para o Flamengo", disse Rafael De Piro.

Ajude o time do Flamengo a subir no ranking da Torcida Virtual