Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em terceiro encontro, Neymar busca primeira vitória contra Messi

Apesar do retrospecto ruim, o atacante brasileiro nunca escondeu sua admiração pelo futebol do craque argentino

João Pontes - iG São Paulo |

Getty Images
Na final do Mundial de Clubes, Messi marcou dois gols na goleada do Barcelona contra o Santos

Principais atrações do amistoso entre Brasil e Argentina, neste sábado, nos Estados Unidos, Neymar e Messi travam uma disputa particular. O melhor jogador do mundo nunca perdeu para o melhor jogador do futebol brasileiro. Em dois jogos, Messi conquistou duas vitórias. De quebra, o argentino roubou a cena em ambas as partidas e deixou Neymar como mero figurante.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O primeiro encontro foi em novembro de 2010. Em amistoso disputado no Catar, a Argentina derrotou o Brasil por 1 a 0. O gol da vitória foi anotado aos 47 minutos do segundo tempo. Após receber a bola quase no meio-campo, Messi arrancou, deixou três marcadores para trás e tocou com classe no canto do goleiro. Já Neymar foi anulado pela marcação e não criou jogadas de perigo.

Leia mais: Marin minimiza revés para o México e se mostra orgulhoso da seleção

Um ano depois, na partida mais importante da carreira de Neymar, o Barcelona goleou o Santos por 4 a 0 e conquistou o Mundial de Clubes. Comandado pelo craque argentino, que marcou dois gols, o time espanhol colocou a equipe de Muricy Ramalho na roda e Neymar quase não tocou na bola.

Veja também: Pelé vê lado positivo na derrota da seleção e "corneta" Neymar

Apesar das derrotas, o jogador do Santos nunca escondeu sua admiração pelo futebol do argentino. Em março, após marcar três gols contra o Inter, pela fase de grupos da Libertadores, Neymar disse que estava inspirado pela atuação de Messi. Poucas horas antes, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, o argentino marcou cinco gols na goleada de 7 a 1 contra o Bayer Leverkusen.

“O Messi é o melhor do mundo e sempre me inspira ver o bom futebol. Todos têm de pensar: 'se ele pode, eu também posso'. Assim como o Santos, que viu o Barcelona vencer por sete gols e também buscou isso, conseguindo uma boa atuação”, comentou.

Confira ainda: Mano começa a semana com dúvidas olímpicas na seleção

Para completar, Neymar disse que precisa percorrer um longo caminho para superar o craque do Barcelona. “Comparação é normal, mas ninguém chega perto do Messi. Ele está acima de todos. É o melhor”, argumentou.

Veja fotos do show de Messi contra o Equador, no último sábado, pelas eliminatórias:


Leia tudo sobre: seleção brasileiraNeymarMessiArgentinaamistosoSantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG