Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Por problema na Justiça com Fla, contrato de R10 tem cláusula de suspensão

Caso liminar que permitiu a rescisão com cariocas seja cassada, vínculo com clube mineiro fica interrompido até resolução da Justiça

Frederico Machado - iG Belo Horizonte | - Atualizada às

Flickr/Atlético Mineiro
Ronaldinho Gaúcho já treinou com bola no Atlético-MG nesta segunda

O atacante Ronaldinho Gaúcho conseguiu sua liberação no Flamengo e o clube carioca ameaça exigir na Justiça que o jogador cumpra seu antigo contrato. E no acerto do jogador com o Atlético-MG essa pendência judicial foi observada. O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, revelou que o clube mineiro não ficará no prejuízo caso haja alguma reviravolta nesse caso.

Ronaldinho Gaúcho vai brilhar no Atlético-MG? Deixe o seu comentário 

O jogador acionou a Justiça do trabalho demandando o pagamento de algo em torno de R$40 milhões, referentes a salários atrasados e Fundo de Garantia no Flamengo. O atletia conseguiu uma liminar que permitiu a rescisão de seu contrato, mas a diretoria flamenguista disse que tentará cassar essa liminar.

Leia mais: Ronaldinho Gaúcho acerta com o Atlético-MG e já treina

Alexandre Kalil observou que o departamento jurídico atleticano levou em conta essa situação na hora de elaborar o contrato com o jogador, que termina no final do ano. “Atlético tem uma clausula especifica no contrato sobre essa liminar protegendo o clube. Se cassar a liminar está suspenso o contrato. Conversei com o advogado sobre isso. O período que ficar cassada a liminar o contrato está suspenso, então não tem prejuízo. Apesar de achar difícil que isso aconteça”, declarou Kalil.

Veja fotos do primeiro treino de Ronaldinho no Atlético-MG 

O presidente disse que não quer se envolver com o problema do jogador com o Flamengo. “Não quero entrar em historia do Flamengo. Em briga de angu, jacu não entra”, declarou o presidente, que disse que também não teme nenhuma retaliação do clube carioca.

“Não temo em retaliação do Flameng o. Jogador estava liberado no BID. Não procurei jogador antes. Quando estava liberado nós procuramos. Não tenho medo de Flamengo também não. Isso é uma bobagem”, concluiu Kalil.

Sobre o salário de Ronaldinho, Kalil disse que não foi feita nenhuma loucura. "Não estamos fazendo birutice. Sabemos da oportunidade, o momento do negócio. Começou na sexta-feira e desaguou hoje aqui".

Sem festa
Kalil explicou porque o Atlético-MG não fez nenhuma festa na apresentação do jogador. "Não estamos no RJ, estamos em MG. Queremos festa dentro do campo. Fora do campo o saco dele está cheio. Esse é o jeito que apresentamos todo mundo. Faz parte de um grupo que tem que ser respeitado. Não vou aqui dizer que não estou com orgulho. Mas terá que ser o Ronaldinho em campo. Tenho certeza que se for o Ronaldinho em campo ele encerra a carreira aqui", explicou Kalil.

Entre para a torcida virtual do Atlético-MG:

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG