Caso liminar que permitiu a rescisão com cariocas seja cassada, vínculo com clube mineiro fica interrompido até resolução da Justiça

Ronaldinho Gaúcho já treinou com bola no Atlético-MG nesta segunda
Flickr/Atlético Mineiro
Ronaldinho Gaúcho já treinou com bola no Atlético-MG nesta segunda

O atacante Ronaldinho Gaúcho conseguiu sua liberação no Flamengo e o clube carioca ameaça exigir na Justiça que o jogador cumpra seu antigo contrato. E no acerto do jogador com o Atlético-MG essa pendência judicial foi observada. O presidente do Atlético-MG , Alexandre Kalil, revelou que o clube mineiro não ficará no prejuízo caso haja alguma reviravolta nesse caso.

Ronaldinho Gaúcho vai brilhar no Atlético-MG? Deixe o seu comentário 

O jogador acionou a Justiça do trabalho demandando o pagamento de algo em torno de R$40 milhões, referentes a salários atrasados e Fundo de Garantia no Flamengo . O atletia conseguiu uma liminar que permitiu a rescisão de seu contrato, mas a diretoria flamenguista disse que tentará cassar essa liminar.

Leia mais:  Ronaldinho Gaúcho acerta com o Atlético-MG e já treina

Alexandre Kalil observou que o departamento jurídico atleticano levou em conta essa situação na hora de elaborar o contrato com o jogador, que termina no final do ano. “Atlético tem uma clausula especifica no contrato sobre essa liminar protegendo o clube. Se cassar a liminar está suspenso o contrato. Conversei com o advogado sobre isso. O período que ficar cassada a liminar o contrato está suspenso, então não tem prejuízo. Apesar de achar difícil que isso aconteça”, declarou Kalil.

Veja fotos do primeiro treino de Ronaldinho no Atlético-MG 

O presidente disse que não quer se envolver com o problema do jogador com o Flamengo. “Não quero entrar em historia do Flamengo . Em briga de angu, jacu não entra”, declarou o presidente, que disse que também não teme nenhuma retaliação do clube carioca.

“Não temo em retaliação do Flameng o . Jogador estava liberado no BID. Não procurei jogador antes. Quando estava liberado nós procuramos. Não tenho medo de Flamengo também não. Isso é uma bobagem”, concluiu Kalil.

Sobre o salário de Ronaldinho , Kalil disse que não foi feita nenhuma loucura. "Não estamos fazendo birutice. Sabemos da oportunidade, o momento do negócio. Começou na sexta-feira e desaguou hoje aqui".

Sem festa
Kalil explicou porque o Atlético-MG não fez nenhuma festa na apresentação do jogador. "Não estamos no RJ, estamos em MG. Queremos festa dentro do campo. Fora do campo o saco dele está cheio. Esse é o jeito que apresentamos todo mundo. Faz parte de um grupo que tem que ser respeitado. Não vou aqui dizer que não estou com orgulho. Mas terá que ser o Ronaldinho em campo. Tenho certeza que se for o Ronaldinho em campo ele encerra a carreira aqui", explicou Kalil.

Entre para a torcida virtual do Atlético-MG:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.