Zagueiro do Chelsea é a quarta baixa por contusão da seleção da Inglaterra às vésperas da estreia na Eurocopa

Steven Gerrard, meia da Inglaterra
Getty Images
Steven Gerrard, meia da Inglaterra

A Inglaterra tem sofrido bastante com contusões às vésperas da Eurocopa. Da lista inicial divulgada pelo técnico Roy Hodgson, quatro jogadores já foram cortados. O último deles foi o zagueiro Gary Cahill, que fraturou a mandíbula no amistoso contra a Bélgica. A ausência do defensor do Chelsea fez Steven Gerrard, meia do Liverpool, demonstrar seu incômodo com os problemas na preparação do time.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Perder Gary [Cahill] é um grande golpe para nós", afirmou Gerrard. "As performances dele nos últimos seis meses foram colossais no Chelsea. Ele foi um colosso na final da Liga dos Campeões contra o Bayern. Precisávamos dele.”

Leia também:  Com lesão, Cahill é cortado da Inglaterra para Eurocopa

O camisa 4 e capitão da seleção inglesa revelou-se irritado com o número de desfalques para a Euro. "Perdemos grandes jogadores a oito, nove dias da competição. Isso é um problema e é o preço que se paga por estes amistosos de preparação. Para ir bem nestes torneios, você precisa ter seus principais jogadores, e agora estamos desfalcados”, reclamou.

Veja fotos dos oito estádios que receberão a Euro 2012

Além da contusão de Cahill, a Inglaterra já havia perdido seu terceiro goleiro, John Ruddy, e os meio-campistas Gareth Barry e Frank Lampard. Para a vaga de Cahill, foi convocado Martin Kelly, do Liverpool - para a irritação do experiente Rio Ferdinand, que foi mais uma vez preterido.

A Inglaterra está no Grupo D da Euro, ao lado de França, Ucrânia (uma das anfitriãs junto da Polônia) e Suécia. A estreia será contra os franceses no dia 11 de junho, em Donetsk.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.