O jogador do São Paulo acionou judicialmente a empresa norte-americana em julho de 2009,  quando descobriu a existência de um perfil com o seu nome e a sua imagem

Jadson processou Orkut devido a perfil falso
AE
Jadson processou Orkut devido a perfil falso

O meia Jadson , do São Paulo , venceu em primeira instância no Tribunal de Justiça de São Paulo a ação judicial movida contra o Google em 2009, devido a uma conta falsa que se passava pelo jogador no site de relacionamentos Orkut, gerido pela empresa.

Veja também:  São Paulo diz não ter interesse em contratar Ronaldinho

O jogador acionou judicialmente a empresa norte-americana em julho de 2009, quando descobriu, através de uma varredura na internet realizada pela empresa que gerencia a sua carreira, a existência de um perfil com o seu nome e a sua imagem que postava frases demonstrando falta de comprometimento profissional e críticas a outros atletas.

Notificado judicialmente em agosto daquele ano, o Google não cumpriu a determinação de tirar a página do ar, declarando que a página não descumpria as regras de funcionamento do site.

E ainda:  Leão descarta usar Fabrício contra o Inter na quarta

"Ao ser identificado esse perfil falso, tomamos a imediata providência de notificar o Orkut/Google, que não retirou o perfil falso no prazo estipulado. Não tínhamos outra alternativa senão a ação judicial, que continha um pleito liminar para a retirada do mesmo e cunho indenizatório. O Jadson foi vitorioso na primeira instância e agora o Tribunal de Justiça confirmou a decisão", declarou o advogado do jogador, Marcelo Robalinho.

Embora tenha obtido ganho de causa na primeira instância, a decisão não é definitiva já que o Google pode recorrer no Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou Supremo Tribunal Federal (STF).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.