Volante diz que, apesar dos quatro desfalques, time inglês vai forte para a decisão da Liga dos Campeões

O Chelsea viu sua situação na semifinal da Liga dos Campeões ficar muito complicada no primeiro tempo da partida contra o Barcelona . Os ingleses viram os adversários abrirem 2 a 0, e ainda perderam o capitão Terry , expulso por agredir o chileno Alexis Sánchez . Um brasileiro, porém, recolocou o time londrino na partida, ao marcar um golaço de cobertura nos acréscimos da etapa inicial. Ramires brilhou e deu forças ao Chelsea para buscar o empate e ir à decisão da Champions pela segunda vez em sua história . Ao final do duelo, o volante exaltou seu tento e a força de sua equipe, mas se disse triste por não poder disputar a final, já que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Ramires calou o Camp Nou com seu gol
AP
Ramires calou o Camp Nou com seu gol
"O gol foi bonito, mas o mérito (pela classificação) foi de toda a equipe. No momento que tomamos o gol, conseguimos correr atrás e achamos aquele lindo gol. Estamos de parabéns pelo que fizemos hoje aqui", disse Ramires à "ESPN Brasil". "Todos disserem que iamos tomar duas goleadas, um chocolate, mas ganhamos em Londres, empatamos aqui e vamos à final sem ter perdido para eles. Muita gente não acreditava em nós, então temos que agradecer aos nossos familiares e amigos, que sempre acreditaram e mandaram energias positivas", completou o brasileiro, para em seguida ser lembrado de que não poderá estar na Allianz Arena, em 19 de maio, para a final do torneio.

NÚMEROS: Chelsea teve média de 18% de posse de bola contra o Barcelona

"Ainda é difícil acreditar. Estou tão contente que ainda nem caiu a ficha de que fomos para a final, mas estou um pouco triste. Não vou disputar a final, mas o importante foi ter passado. Deus me presenteou com um gol muito bonito e é o que vale", afirmou. Além de Ramires, o zagueiro Terry, o lateral Ivanovic e o volante Raúl Meireles também não vão jogar a decisão, que será contra o vencedor de Real Madrid x Bayern de Munique , neste quarta-feira, às 15h45 (horário de Brasília). Para o brasileiro, porém, a equipe vai superar os desfalques.

CAPITÃO: Terry admite culpa por expulsão e pede desculpas à torcida do Chelsea

"Nosso time muito bom. O Chelsea é um clube grande, com excelentes jogadores, e, independente de quem fique de fora, vai entrar em campo um time competitivo. Vou ficar muito nervoso, chutando a cadeira, mas o importante agora é apoiar os companheiros que vão entrar. Essa final de Liga dos Campeões pode salvar nossa temporada", encerrou o camisa 7.

POLÊMICA: Você achou justa a expulsão de Terry contra o Barcelona? Vote

Técnico lamenta desfalques
Ao final do jogo, o técnico do Chelsea, Roberto Di Matteo, era outro que quase não conseguia acreditar na classificação de seu time à decisão da Liga dos Campeões. Ele exaltou a força do Barcelona, adversário eliminado nesta terça, e lamentou seus quatro desfalques para a final da competição, mas mostrou confiança para ficar com a taça mais cobiçada do futebol europeu.

CRAQUE TAMBÉM ERRA: Messi perde seu oitavo pênalti no Barcelona. Veja outros erros

"Hoje (terça) foi um dia maluco. Estamos muito felizes por ir à final. O Barcelona tem um grande time, e tivemos que dar tudo de nós aqui (no estádio Camp Nou). Defendemos muito bem nos dois jogos, fomos muito organizados, e os jogadores deram tudo de si. Fico triste pelos suspensos, porque tenho certeza que eles gostariam muito de ter a experiência de disputar uma final, depois de carregarem o time por toda a competição. Mas vamos ver quem vai estar disponível para jogar. Temos um grande elenco e vamos pelo título", disse o italiano, também à "ESPN Brasil".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.