Júlio César entrega o ouro e Ponte Preta elimina o Corinthians

Goleiro do Corinthians falhou em dois gols na vitória de 3 a 2 do time de Campinas, pelas quartas de final do Campeonato Paulista

iG São Paulo |

A melhor campanha do Corinthians na primeira fase do Campeonato Paulista não fez a mínima diferença nas quartas de final. Neste domingo, no Pacaembu, a Ponte Preta derrotou o time do Parque São Jorge por 3 a 2 e garantiu vaga na semifinal do Estadual.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Apesar de ter terminado a primeira fase 18 pontos atrás do adversário, a Ponte Preta fez uma excelente partida mesmo jogando fora de casa e mereceu a classificação. Com uma marcação eficiente, o time comandado por Gilson Kleina anulou as principais jogadas de ataque do Corinthians .

Leia mais: Neymar dá assistência, faz 99º gol pelo Santos e time bate o Mogi

De quebra, o time de Campinas contou com duas falhas do goleiro Júlio César para garantir a classificação. No primeiro tempo, Willian Magrão bateu falta e o camisa 1 falhou feio. No segundo, ele cobrou mal um tiro de meta e Rodrigo Pimpão fez o terceiro gol da Ponte Preta .

O jogo

A partida começou com o Corinthians um pouco mais efetivo no ataque, mas foi a Ponte Preta quem abriu o placar. Aos 12 minutos, Willian Magrão cobrou falta no canto, o goleiro Júlio César falhou feio e a bola morre no fundo da rede: 1 a 0.

E mais: Presidente pede desculpas à torcida: "Jogamos um campeonato fora"

Depois do gol, o time de Campinas armou a retranca e dificultou as jogadas de ataque do adversário. Apenas aos 23 minutos, o Corinthians criou seu primeiro lance de perigo. Emerson fez boa jogada pelo meio e rolou para Fábio Santos. O lateral-esquerdo soltou a bomba, mas a bola passou por cima do travessão.

AE
Júlio César lamenta após falhar no terceiro gol da Ponte Preta
Em rápido contra-ataque aos 27 minutos, a Ponte Preta quase ampliou a vantagem. Cicinho cruzou na área, Leandro Castán desviou e João Paulo chutou para o gol, assustando o goleiro Júlio César .

Veja também: Roger manda recado aos críticos: "Vão ter que engolir a Ponte Preta"

Melhor em campo, o time de Campinas conseguiu marcar o segundo gol aos 34 minutos. Uendel recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Roger acertar o canto: 2 a 0.

No segundo tempo, o Corinthians voltou com duas mudanças. Jorge Henrique e Danilo saíram para as entradas de Douglas e Alex. Apoiado bela torcida que compareceu em bom número ao Pacaembu, os comandados do técnico Tite foram com tudo para o ataque. Aos quatro minutos, Emerson foi acionado por Edenilson e, dentro da área, soltou a bomba para defesa em dois tempos do goleiro Bruno.

Na base da pressão, o Corinthians chegou outras vezes ao ataque e descontou aos 29 minutos em lance polêmico. Apesar de Renato Cajá estar machucado no chão, o time do Parque São Jorge foi para o ataque, Willian invadiu a área e chutou forte no canto: 2 a 1.

O lance gerou polêmica e Gilson Kleina foi expulso após reclamar bastante com o árbitro Rodrigo Braghetto. A Polícia Militar, inclusive, foi acionada para retirar o treinador da Ponte Preta.

Quando o Corinthians estava perto de empatar, Júlio César cometeu outra falha. Aos 44 minutos, ele bateu mal o tiro de meta, a bola bateu nas costas de Leandro Castán, Rodrigo Pimpão recebeu o passe e fez o terceiro gol.

Depois, nos acréscimos, o Corinthians ainda descontou com Alex. O meia-atacante arriscou de fora da área, a bola desviou na marcação e enganou o goleiro: 3 a 2.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 3 PONTE PRETA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 22 de abril de 2012 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Carlos Augusto Nogueira Junior
Cartões amarelos: Ralf, Liedson (Corinthians); Guilherme, W. Magrão, Cicinho, R. Cajá, Roger (Ponte)
Público: 24.254 pagantes
Renda: R$ 908.481,00
Gols:
CORINTHIANS: Willian, aos 29 minutos, e Alex, aos 46 minutos do segundo tempo
PONTE: Willian Magrão, aos 12, e Roger, aos 34 minutos do primeiro tempo; Rodrigo Pimpão, aos 44 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Júlio César; Edenílson, Marquinhos (Willian), Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo (Douglas); Jorge Henrique (Alex), Emerson e Liedson
Técnico: Tite

PONTE PRETA: Bruno Fuso; Guilherme, Willian Magrão, Ferron e Uendel; Cicinho, João Paulo Silva, Gerson (Xaves), Renato Cajá e Caio (Rodrigo Pimpão); Roger (Leandrão)
Técnico: Gilson Kleina

    Leia tudo sobre: CorinthiansPonte PretaPaulistão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG