Com um a mais e dois pênaltis a favor, Sport derrota o Náutico

A partida de volta do confronto será na casa do Sport no próximo domingo

Gazeta |

Gazeta Press
Mazola, técnico do Sport, durante a vitória do clube contra o Náutico
O Sport deu um passo importante para se classificar à final do Campeonato Pernambucano neste domingo, quando derrotou o Náutico por 2 a 1 fora de casa. Em partida pegada e com muitas chances para os dois lados, o Timbu teve um jogador expulso e os visitantes tiveram dois pênaltis a favor, sendo que um foi defendido por Gideão e outro definiu o placar.

A primeira chance do clássico foi do Náutico, que chegou perto de abrir o placar em chute de Rodrigo Tiuí que passou perto do ângulo adversário aos sete minutos. Jefferson voltou a levar perigo em forte chute da entrada da área aos 13 minutos. Aos 22, o Sport começou a reverter a situação e a gerar mais chances de perigo, começando com chute de Jael em jogada de contra-ataque que só não foi gol por causa de uma grande defesa de Gideão.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No entanto, o esforço do goleiro só manteve o placar zerado por um minuto, já que Marcelinho Paraíba balançou as redes no lance seguinte à chance de Jael. O meia acertou uma característica paulada de meia distância no ângulo do gol do Timbu. O empate veio com Ronaldo Alves, que cabeceou uma cobrança de falta de Souza para o gol aos 31 minutos.

O jogo estava acelerado e o Sport teve um pênalti dois minutos depois após falta de Cesinha. Gideão, porém, voltou a salvar o Náutico e defendeu com o pé a cobrança de Marcelinho Paraíba. Uma cobrança de falta ainda balançou a trave de Magrão aos 47 minutos.

Confira também:  Ministério Público veta organizadas na semi e na final do Pernambucano

Ainda no começo do seguindo tempo, aos nove minutos, Elicarlos fez uma falta feia em Julinho em lance bobo e prejudicou o Náutico, levando o cartão vermelho. Um minuto depois Marcelinho Paraíba arriscou de fora da área e voltou a testar os reflexos de Gideão. Aos 19 minutos, foi a vez de Magrão se destacar ao defender um chute de longe de Souza.

O goleiro do Náutico teve que salvar o Timbu novamente aos 27 minutos ao defender outro chute de longa distância de Marcelinho Paraíba. O Sport ainda teve outra cobrança de pênalti a favor aos 36 minutos. Dessa vez, o camisa 10 do time não deu chances a Gideão e voltou a colocar o Leão da Ilha na frente no placar.

Confira a classificação do Campeonato Pernambucano

Com a cobrança de pênalti de Marcelinho Paraíba, o Sport pode até mesmo perder por 1 a 0 no segundo jogo da semifinal que estará no confronto decisivo do estadual. Qualquer empate garante o time na final. O jogo de volta da semifinal será disputado no dia 29 de abril, domingo, às 16 horas (de Brasília).

    Leia tudo sobre: campeonato pernambucano 2012náuticosport

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG