Time alviverde vencia por 3 x 0, mas tomou dois gols e deixou a semifinal em aberto

Atuando em casa, o América Mineiro saiu vitorioso do clássico contra o Cruzeiro neste domingo. O Coelho superou o rival por 3 a 2, com gols de Gabriel Santos, Rodriguinho e Alessandro e com Fábio Júnior perdendo pênalti, enquanto Bobô e Roger fizeram os do Cruzeiro.

Leia também: Cruzeiro confirma a contração do meia Souza

A Raposa começou bem, com Roger acertando belo passe para Élber dentro da área no segundo minuto do jogo. O jovem meia tentou cruzar para Anselmo Ramon na pequena área, mas Rodrigo Heffner cortou e impediu que o atacante recebesse sem goleiro.

Apesar do bom começo dos visitantes, o jogo seguiu sem muitas oportunidades até o gol do América, aos 23 minutos, quando Gabriel Santos cabeceou após cobrança de falta de Pará para balançar as redes. Anselmo Ramon quase igualou o placar aos 28 minutos, quando aproveitou sobra de bola na área para bater forte para o gol e exigir boa defesa de Neneca.

Fábio defendeu um pênalti no clássico mineiro, minimizando o prejuízo para o Cruzeiro
Vipcomm
Fábio defendeu um pênalti no clássico mineiro, minimizando o prejuízo para o Cruzeiro

A volta do intervalo representou um balde de água na equipe cruzeirense. O América ampliou logo no primeiro lance da segunda etapa com um belo gol de Rodriguinho, que acertou uma bomba da entrada da área no ângulo de Fábio. O goleiro do Cruzeiro, aliás, ainda salvou a equipe cinco minutos depois, defendendo cobrança de pênalti de Fábio Júnior após falta de Thiago Carvalho.

Aos 17 minutos, Anselmo Ramón fez jogada individual na entrada da área, girou e chutou para uma defesaça de Neneca. O goleiro voltou a se destacar para manter cabeçada de Thiago Carvalho fora do gol aos 22 minutos. Sete minutos depois, o Coelho praticamente encaminhou a vitória com gol de Alessandro, que cabeceou cruzamento do reserva Bruno Meneghel direto para as redes.

Bobô diminuiu o prejuízo da Raposa aos 40 minutos ao aproveitar rebote de chute de Roger para chutar ao gol. Quatro minutos depois, o próprio Roger fez o seu para recuperar o Cruzeiro na luta pela vaga na final ao chutar rasteiro da entrada da área.

Assim, o América, que parecia ter encaminhado a classificação à final, luta por um empate no jogo de volta, no dia 29 de abril, domingo, às 16 horas (de Brasília), já que uma vitória do Cruzeiro garante a Raposa na final.

FICHA TÉCNICA- AMÉRICA-MG 3 X 2 CRUZEIRO
Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 22 de abril de 2012 (domingo)
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuadem (FIFA/RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (FIFA/RS) e Dilbert Pedrosa Moisés (FIFA/RJ)
Cartões amarelos : Rodriguinho, Dudu e Leandro Ferreira (América-MG) e Thiago Carvalho (Cruzeiro)

Gols:
AMÉRICA-MG : Gabriel Santos, aos 23 minutos do primeiro tempo, Rodriguinho, no primeiro minuto do segundo tempo, e Alessandro, aos 29 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO: Bobô, aos 40, e Roger, aos 44 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-MG: Neneca; Rodrigo Heffner, Gabriel, Everton e Pará; Dudu, Leandro Ferreira, Moisés (Patrick) e Rodriguinho; Alessandro (Kaio) e Fábio Júnior (Bruno Meneghel)
Técnico: Givanildo Oliveira

CRUZEIRO : Fábio; Marcos (Amaral), Thiago Carvalho, Victorino e Everton; Marcelo Oliveira; Leandro Guerreiro, Élber (Bobô) e Roger; Walter (Fábio Lopes) e Anselmo Ramon
Técnico: Vágner Mancini

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a derrota para o América-MG

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.