Português chega a 42 gols no Espanhol e iguala marca que já durava 77 anos nos grandes campeonatos nacionais da Europa

Cristiano Ronaldo e Messi se cumprimentam antes da partida
Reuters
Cristiano Ronaldo e Messi se cumprimentam antes da partida
No confronto entre os dois melhores jogadores do mundo da atualidade, Cristiano Ronaldo levou a melhor sobre Lionel Messi . O português foi o responsável pelo gol que decretou a vitória do Real Madrid sobre o Barcelona por 2 a 1 no clássico espanhol deste sábado, quebrou um recorde e, de quebra, deixou o argentino para trás na corrida pela artilharia da competição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Presente em todas as 34 partidas que o Real Madrid disputou no Campeonato Espanhol até o momento, o português fez no clássico o seu 42º gol. É a maior marca em uma única edição da competição, superando o recorde que ele próprio havia estabelecido na última temporada.

Veja como está a disputa pela artilharia do Campeonato Espanhol

Fazia 77 anos que um jogador não balançava tanto as redes adversárias, considerando os quatro principais campeonatos nacionais europeus – Inglês, Italiano e Alemão, além do Espanhol. A última vez que isso ocorreu foi na temporada 1934/35, quando Ted Drake marcou 42 gols pelo Arsenal e comandou o quarto título inglês da história do time londrino.

Leia também:  Guardiola joga a toalha e parabeniza Real Madrid pelo titulo

Cristiano Ronaldo chegou ao Real Madrid em 2009 e marcou 140 gols em 138 jogos. O português já aparece em décimo na lista dos maiores artilheiros da história do clube merengue. No entanto, nenhum dos outros nove que estão acima dele tem média superior a um gol por partida.

Veja ainda:  Real Madrid despede diretor por declarações polêmicas no Twitter

Apesar de ter passado em branco contra o Real Madrid, Messi permanece com média de gols superior à de Cristiano Ronaldo no Campeonato Espanhol – 1,24 contra 1,23. Isso porque o argentino disputou uma partida a menos na competição.

E mais:  Messi e Daniel Alves se envolvem em confusão em hotel após derrota

O camisa 10 do Barcelona, no entanto, perdeu a oportunidade de se tornar neste sábado o recordista de gols da história do clássico. Ele balançou as redes do Real Madrid 13 vezes, uma a menos do que Cesar – jogador que defendeu a equipe catalã entre os anos 1939 e 1955 e perdeu o posto de maior artilheiro da história do clube recentemente justamente para o argentino

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.