Real Madrid despede diretor por declarações polêmicas no Twitter

Pedro Duarte, diretor de novas mídias do clube, pediu o extermínio de sindicalistas e a Terceira Guerra Mundial

EFE |

reprodução / Twitter
Pedro Duarte: "Empreendedor, professor, amante da beleza e desejando dominar o mundo"
O Real Madrid despediu nesta sexta-feira o responsável pelo setor de novas mídias do clube, Pedro Duarte, depois de tomar conhecimento de mensagens escritas pelo diretor em sua conta no Twitter pedindo o extermínio de sindicalistas e defendendo a realização de uma Terceira Guerra Mundial.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Duarte ainda tentou se defender, dizendo que suas mensagens foram "descontextualizadas e exageradas" e revelou que tomará medidas legais por sua demissão. "CCOO e UGT (grupos sindicais) têm que ser exterminados! Um a um no paredão", "para toda a escória que segue a greve, que fique claro que eles fazem os sindicatos com este dinheiro! Eu os esfaquearia" e "eu não acredito em greves, só acredito nas guerras", são alguns dos polêmicos tweets do diretor, que as apagou nesta sexta-feira.

Leia mais: Superclássico espanhol pode marcar reviravolta histórica

Entre suas mensagens também há frases relacionadas com a família real espanhola após o incidente sofrido pelo neto do rei Juan Carlos de Borbón. "Froilán é dos meus familiares. Já usando armas para destruir o mundo" e "Precisamos fornecer a Froilán bombas e deixá-lo em frente à sede da UGT", escreveu.

Veja também: Manchester United segue no topo do ranking de clubes mais valiosos

Outras "vítimas" das frases de Duarte foram a cantora colombiana Shakira e o zagueiro Gérard Piqué, do Barcelona, criticados durante uma viagem a Positano, na Itália. "Piqué e Shakira estão em Positano. Pequena escória pisando em um lugar sagrado. Ali somos poucos que podemos ir", tuitou.

E ainda: Kaká é top 5 na lista dos 20 jogadores mais bem pagos do mundo

Na descrição de sua conta pessoal, Pedro Duarte afirma que é um "empreendedor, professor e amante da beleza" e que deseja dominar o mundo. Por isso, lançou a hashtag "#miguerramundial", defendo inclusive a realização da Terceira Guerra. Após saber do conteúdo das mensagens de um de seus funcionários, o Real Madrid o despediu.

Duarte, que durante toda a manhã teve seu nome entre os entre os assuntos mais comentados do Twitter (trending topics), se desculpou pelo acontecido. "Peço desculpas pelos meus comentários desafortunados, que não refletem nem minha maneira de pensar nem meus sentimentos. Sou contra todo tipo de violência", afirmou o agora ex-diretor do clube madrilenho. "Meus comentários foram descontextualizados e exagerados e por isso, como consequência das difamatórias afirmações proferidas contra mim, apresento minha renúncia do Real Madrid para tomar ações legais", completou.

    Leia tudo sobre: fetebol mundialespanhatwitterreal madrid

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG