Eder Luis pede respeito com Deivid do Flamengo

Atacante do Vasco avisa que adversário de domingo pela semifinal da Taça Rio merece atenção

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O clássico entre Flamengo e Vasco pela semifinal da Taça Guanabara, em março, foi marcado pelo gol inacreditavelmente perdido por Deivid . O time rubro-negro saiu na frente, mas permitiu a virada adversária. O resultado de 2 a 1 levou os cruzmaltinos para a final do primeiro turno do Campeonato Carioca . Nas ruas e nas redes sociais, o atacante rubro-negro foi motivo de piada.

Leia mais: Diego Souza vem tendo ótimo aproveitamento contra o Flamengo

AE
Éder Luis recuperou a condição de titular após a fratura do pé esquerdo
Domingo, as duas equipes se enfrentam novamente. E lá estará o camisa 9 em ação mais uma vez. Mas, entre os jogadores vascaínos, Deivid está longe de ser um perna de pau. Pelo contrário. Eder Luis que o diga. Para o jogador vascaíno, todo cuidado é pouco com o atacante rubro-negro.

Veja também: Pipico, destaque do Macaé, deve ser o novo reforço do Vasco

“O Deivid faz o time do Flamengo jogar e tem que ter atenção. O atacante vai perder mais do que fazer (gol), mas é um jogador que sabe fazer gol e vai nos preocupar sempre”, frisou Eder Luis, citando o gol marcado pelo goleador adversário na derrota de 2 a 1 para o mesmo Flamengo no último dia 7 , pelo segundo turbo do estadual – Deivid abriu a contagem e Ronaldinho Gaúcho decretou a vitória. Diego Souza descontou.

O jogo vale vaga na final do Carioca. Com o Fluminense já assegurado na decisão por ter conquistado a Taça Guanabara, quem perder no domingo dará adeus à competição. O último campeão estadual foi o Flamengo. Já para o Vasco, a eliminação terá um sério significado: há nove anos o clube não conquista o Carioca.

Mesmo tenho a Copa Libertadores como prioridade em 2012, o Vasco não abriu mão do campeonato regional. Para isso, vai entrar desfalcado apenas de Dedé, em recuperação de um edema ósseo na fíbula da perna esquerda, domingo no Engenhão. Os outros titulares estarão em campo.

“O grupo está à disposição do Cristóvão (Borges, técnico) num jogo difícil, contra um adversário complicado. Será um jogo tenso, não podemos dar espaço porque, se o der espaço, eles matam a nossa equipe”, observou Eder, completando:

“O Cristóvão tem na mão o que não tinha há um bom tempo. Acho que tem o básico de um padrão, às vezes facilita um pouco, mas, no clássico, o jogador tem que mostrar o diferencial para mudar as coisas, mas isso só se vê na hora do jogo”.

    Leia tudo sobre: vascoeder luiscampeonato carioca 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG