Tamanho do texto

Para treinador, estádio são-paulino deveria ser escolhido para jogos decisivos do Paulistão

Felipão defendeu o Morumbi como palco dos clássicos na fase decisiva
Gazeta Press
Felipão defendeu o Morumbi como palco dos clássicos na fase decisiva
O técnico Luiz Felipe Scolari defendeu que o Morumbi seja o palco escolhido pela Federação Paulista para sediar os jogos da semifinal do campeonato estadual . Mesmo sem poder de escolha, já que o Palmeiras ficou na quinta colocação e terá de jogar em Campinas contra o Guarani nas quartas de final, o treinador diz que caso os grandes clubes avancem para as semifinais, a decisão mais sensata seria adotar o estádio são-paulino por sua capacidade de 60 mil lugares, quase o dobro do Pacaembu.

Leia também: Paulistão define datas e horários das quartas de final neste fim de semana

"O Morumbi, por sua capacidade de 60 mil lugares, seria melhor. Acho poderia ser pensado nisso nas próximas fases", disse o treinador palmeirense em entrevista ao canal Sportv.

O treinador já havia defendido o estádio do São Paulo em 2011 , quando o Palmeiras foi vice-líder da primeira fase e teria direito ao mando de jogo nas semifinais. Na ocasião, o time do Parque Antártica enfrentou o Corinthians e para o treinador, o palco ideal para o jogo seria o Morumbi. A Federação, contudo, optou pelo Pacaembu, visto por Felipão como casa corintiana. O Corinthians acabou vencendo a decisão nos pênaltis.

Se o Palmeiras passar pelo Guarani e o Corinthians pela Ponte Preta , os dois rivais da capital jogarão as semifinais. E por ter feito melhor campanha, o time do Parque São Jorge teria o mando de campo e jogaria no Pacaembu. "O Morumbi seria melhor. Colocaria 40 mil para uma torcida e 20 mil para a outra", completou o treinador palmeirense.