Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Patrícia não garante Joel nem R10 no Flamengo e descarta Juan

Presidente foi evasiva sobre Ronaldinho, e atrelou permanência do técnico aos resultados

Vicende Seda, iG Rio de Janeiro |

O treino do Flamengo na Gávea, na manhã desta terça-feira, foi acompanhado pela cúpula do departamento de futebol. Até a presidente Patrícia Amorim apareceu e concedeu uma entrevista curiosa. Foi evasiva ao falar sobre a permanência de Ronaldinho Gaúcho . Indagada se a situação do camisa 10 pode mudar diante de uma eliminação da Taça Rio, ela deixou no ar: "Temos de falar sobre isso depois". Sobre o técnico Joel Santana , ficou claro que uma eventual derrota no sábado poderá lhe custar o emprego.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Vipcomm
Patrícia descartou retorno do zagueiro Juan
"Futebol não é uma questão exata. Dependemos de resultados para falar alguma coisa", afirmou a presidente sobre o treinador. Sobre o capitão da equipe, ela preferiu dizer que não quer pensar em possibilidade de eliminação agora. "A gente tem de falar sobre isso depois, porque estamos trabalhando com a classificação. A gente só pensa nisso agora. O que vem depois, porque o futebol tem essa dinâmica, a gente pensa depois. Nesse momento a gente trabalha com o resultado que o time precisa dar à torcida".

FOI BOM? Após fracasso na Libertadores, Joel vê Flamengo amadurecido

Na segunda-feira, toda a diretoria do clube se reuniu e Amorim explicou. "A gente reuniu a diretoria toda pela manhã, com todos os vice-presidentes, então a gente discute, pensa e repensa, a forma de se comportar, a forma de cobrar, aqui não tem ninguém omisso não, a gente sempre aparece nos momentos ruins. Esse é o papel do dirigente, acredito que seja o meu".

VOTE: Campeonatos estaduais chegam à reta final. Quem vai passar?

A dirigente afirmou que a folha salarial do clube não é de R$ 7 milhões, mas de R$ 4 milhões. A fornecedora de material do clube, porém, diminui os gastos do Flamengo, já que arca com parte de dois dos salários mais altos do Flamengo, o de Vágner Love e o de Deivid . Ela disse não saber explicar o motivo de o time ter sido eliminado na primeira fase da Libertadores.

Vipcomm
Ronaldinho vai ou fica? Eliminação na Taça Rio pode culminar com a saída do camisa 10 do Flamengo
"A gente entrou para vencer e não conseguiu. Os jogadores podem falar mais. A gente investiu e queremos um resultado à altura desse investimento. O Flamengo busca essas respostas há 31 anos. Achávamos que tinha de ter um elenco à altura, investir e fizemos isso", disse.

DECISÃO: Vacilo do Flu na Taça Rio faz Carioca ter final após três anos

Indagada sobre as negociações do clube com o zagueiro Juan , da Roma , Amorim descartou o retorno do jogador no momento. "Por ora, está descartado sim". A presidente disse ainda que as turbulências no início do ano e a troca de comissão técnica influenciaram no desempenho da equipe neste primeiro semestre. "Foi um começo de ano muito tumultuado por questões de relacionamento, não técnicas. E isso teve alguma influência. O importante agora é ter tranquilidade e humildade. Estamos todos na mesma direção. É tentar traçar um novo momento", concluiu.

Ajude o Flamengo a aumentar sua Torcida Virtual

Leia tudo sobre: FlamengoJoel SantanaRonaldinho GaúchoPatrícia AmorimJuan

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG