Grupo ajudará vice de futebol, André Silva, a tomar as decisões. Anderson Barros estaria insatisfeito

A diretoria do Botafogo espera reformular a parte administrativa do clube em 2012 e já oficializou a formação de uma comissão que tomará as decisões mais importantes para a equipe. O novo mandato de Maurício Assumpção terá uma série de reuniões entre importantes dirigentes cariocas para formalizar as escolhas dos bastidores com o vice-presidente de futebol, André Silva.

Mercado da Bola: Veja as transferências de jogadores no futebol brasileiro

Mesmo com a medida sendo encarada como a solução para os problemas internos do time carioca, a divisão de poderes poderá causar a saída do gerente de futebol Anderson Barros. O dirigente não estaria satisfeito com o modo como a situação vem sendo abordada pela diretoria do clube e sua ausência na apresentação dos novos reforços contribuiu para aumentar os boatos em torno de sua saída.

Leia mais: Andrezinho é apresentado no Botafogo e se diz ansioso para jogar

Na ocasião, o zagueiro Brinner e o meia Andrezinho foram recebidos pelo vice André Silva , ocupando uma função que geralmente era exercida por Anderson Barros. Mesmo com o Botafogo afirmando que o gerente estaria apenas tirando alguns dias de folga, a continuidade de seu trabalho à frente do time carioca não é uma certeza para este ano.

Enquanto o gerente não decide se permanecerá no clube, a nova comissão administrativa poderá auxiliar Maurício Assumpção e deixar o mandatário com mais tempo para se dedicar a projetos de âmbito maior para os cariocas. O presidente deverá estudar a criação de dois novos centros de treinamento para o elenco principal e categorias de base, ao mesmo tempo em que a sedes dos sócios deverão sofrer melhorias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.