Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rei da América, Neymar exalta 2011, porém evita pensar no topo de mundo

Atacante do Santos fez um balanço positivo da temporada e quer muito mais em 2012

Gazeta |

Reuters
Neymar marca nas semifinais do Mundial de Clubes
A derrota para o Barcelona no Mundial de Clubes do Japão foi um golpe duro para o Santos, mas não pode manchar o trabalho de toda a temporada. O atacante Neymar faz um balanço positivo do ano em que ganhou a Copa Libertadores da América e ainda foi decisivo na classificação do Brasil para os Jogos Olímpicos de 2012.

Leia mais: Neymar confirma favoritismo e é eleito o 'Rei da América'

"Foi um ano maravilhoso, com muitas conquistas pessoais com o Santos e com a Seleção Brasileira, foi ano muito bom", comentou o jogador, em seu último contato com a imprensa em 2011.

Pelo talento com dribles e gols, Neymar chegou a ser citado entre os melhores do mundo. A Revista France Football o indicou entre os 23 melhores da temporada, mesmo com o atacante em atividade fora da Europa.

Veja também: Índice Neymar escapa de crise financeira mundial e ações sobem

Ainda por cima, Neymar faturou o tradicional prêmio Rei da América, que é definido pelo diário El País, do Uruguai. Em função da rápida ascensão, muitos apostam que o jovem logo estará no topo do mundo, mas ele evita essa projeção, pelo menos para 2012.

"Eu espero que esse próximo ano seja melhor do que 2011, mas eu vou repetir que não jogo para ser o melhor do mundo", disse o camisa 11 do Santos.

No ano que vem, além da briga por títulos com o Santos, Neymar pode entrar na história do futebol brasileiro. Em Londres, o país irá tentar a primeira medalha de ouro na história dos Jogos Olímpicos.

Leia tudo sobre: neymarsantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG