Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dracena viu Santos no limite: “Nosso melhor foi perder só de 4"

Capitão santista acredita que o time jogou tudo que sabe e, por isso, não sofreu goleada pior

Samir Carvalho, enviado iG a Yokohama |

O zagueiro Edu Dracena descartou a hipótese que o Santos não realizou uma grande partida e, por isso, foi goleado pelo Barcelona por 4 a 0 neste domingo, em Yokohama, na final do Mundial de Clubes da Fifa. Pelo contrário, o capitão santista acredita que o time foi ao limite em campo, fato que evitou uma goleada maior dos espanhóis.

O melhor: Messi diz que Barcelona mereceu a goleada

“O nosso melhor foi perder só de 4 a 0. Todos foram ao limite, mas não deu. Acho que tem horas que precisamos reconhecer o mérito do adversário mesmo. É uma equipe muito forte”, afirmou Dracena, que ficou impressionado com o toque de bola do Barcelona.

O pior: O dia em quem Neymar aprendeu a jogar bola

“Vejam só que eles tocam a bola no goleiro, rodam ela no meio-campo, sem pressa de chegar no ataque. É um costume diferente do futebol brasileiro. Precisamos aprender muitas coisas ainda”, completou.

Dracena também amenizou o fato do técnico Muricy Ramalho ter modificado o esquema tático do time, mesmo sem treinar a formação com três zagueiros, utilizada até os 30 minutos do primeiro tempo.

“Ele só passou para a gente na preleção, mas não foi por isso que perdemos. O nosso time é experiente, sabe se comportar em campo, mas é que do outro lado tinha uma equipe que toca a bola com calma”, disse.

Leia tudo sobre: santosbarcelonamundial de clubesEdu Dracena

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG