iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/12 - 09:04

Novo presidente do Fluminense promete CT e maior investimento na base
Peter Siemsen diz que construção do Centro de Treinamento está bem encaminhada e acontecerá em três fases. Já Xerém "está muito abandonado" e "dará trabalho", segundo ele

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro

Antes de ser eleito, Peter Siemsen afirmou que a renovação do contrato de Darío Conca seria a maior “contratação” do Fluminense para a Libertadores. Mas o novo presidente nem precisou assumir o clube para ratificar o compromisso com a torcida. A tarefa coube ao presidente da patrocinadora, Celso Barros, e ao vice de futebol, Alcides Antunes, que se reuniram sexta-feira passada com o jogador e estenderam seu vínculo com o clube por mais cinco anos.

Com uma de suas prioridades resolvida, Peter parte agora para realizar o principal projeto de sua gestão nos próximos três anos: dar ao Fluminense um Centro de Treinamento de primeira. Embora a principal exigência de Muricy Ramalho ainda não tenha saído do papel, o novo presidente afirma que o trabalho já começou e o projeto já está bem encaminhado.

“Estamos trabalhando bastante nesse sentido. O Centro de Treinamento é um objetivo a médio prazo e já estamos estudando terrenos. Nossa ideia é construir o CT em três fases”, explicou Peter Siemsen.

Se ainda não será em 2011 que o Fluminense poderá treinar no seu CT, o certo é que a preparação do time para a Libertadores não será nas Laranjeiras. Peter ainda não revela o local escolhido, mas afirma que já existe uma negociação em andamento.

O novo presidente falou ainda que a fornecedora de material esportivo poderá mudar, não quis falar em reforços e não confirmou se Alcides Antunes segue como vice-presidente de futebol em 2011.

iG: O Muricy disse que, apesar do título, o Fluminense precisa se organizar melhor em muitas coisas se quiser continuar brigando por títulos. Quando você vai sentar com ele e conversar sobre esses problemas?
Peter Siemsen: Conversamos rapidamente na festa que a Unimed organizou em homenagem ao título do Fluminense na semana passada. Foi muito bom. Teremos outras conversas nesse sentido nos próximos dias.
 
iG: Antes de ser eleito você disse que o Centro de Treinamento estava bem encaminhado. Como anda esse projeto?
Peter Siemsen: Estamos trabalhando bastante nesse sentido. O Centro de Treinamento é um objetivo a médio prazo e já estamos estudando terrenos. Já examinamos algumas áreas do Rio, já fizemos um orçamento e estamos analisando agora a capacidade de geração de receitas do projeto, pois nossa ideia é construir o CT em três fases. A primeira fase é conseguir a infra-estrutura para atender a parte de treinamento, o básico. Depois, toda a parte fisiológica. E a terceira parte é de hotelaria. A gente está mapeando alguns lugares. Já vimos em Pedra de Guaratiba, Grota Funda, Estrada dos Bandeirantes, Curicica.
 
iG: Recentemente você afirmou que o Fluminense não vai se preparar nas Laranjeiras para a Libertadores. Aonde será a preparação?
Peter Siemsen: Há uma negociação para não treinarmos nas Laranjeiras já no início de 2011, alugando um espaço, mas o acordo ainda não foi fechado. Assim que estiver tudo acertado eu vou anunciar.

iG: Você disse que tinha alguns nomes para o cargo de gerente de futebol, mas que só anunciaria essa pessoa depois da eleição. Quem será o gerente de futebol do Fluminense?
Peter Siemsen: A ideia é ter um diretor executivo no futebol. O cargo ainda não foi preenchido, mas existem bons nomes no mercado que estamos estudando.
 
iG: O Alcides Antunes continua como vice presidente de futebol?
Peter Siemsen: O objetivo é anunciar todos os vices de nossa gestão nos próximos dias. Alguns já estão fechados, como Marcelo Cheniaux (finanças), Idel Halfen (marketing), José Mohamed (administrativo), Carlos Eduardo Cardoso (jurídico) e Sandro Lima (esportes olímpicos).
 
iG: Embora o Fluminense seja o clube brasileiro com mais tempo de parceria com a Adidas, o tratamento dado pela empresa é bem aquém do que o clube merece. Existe a possibilidade de o Fluminense ter uma nova fornecedora de material esportivo?
Peter Siemsen: Estamos negociando com alguns fornecedores de material esportivo, inclusive a Adidas, e devemos anunciar um novo contrato em breve.
 
iG: Você já conversou sobre reforços com o Celso Barros?
Peter Siemsen: Teremos conversas sobre esse tema nos próximos dias.

iG: Apesar da força de Xerém na revelação de jogadores, muita gente reclama da falta de estrutura. O senhor pretende aumentar o investimento em Xerém, qual o plano para o CT da base?
Peter Siemsen: Xerém está muito abandonado. A gente vai ter muito trabalho. Xerém é um dos projetos mais importantes do Fluminense. É um projeto que vai gerar boa parte da força financeira do clube no futuro. Obviamente que a receita do patrocínio é importante, de bilheteria e de TV também,  mas é fundamental a gente agregar uma renda consistente oriunda de venda de atletas, e uma renda contínua. Xerém é um projeto especial, e nós próximos três anos a gente quer modernizar completamente dentro de uma nova estrutura. Eu já tenho as duas pessoas que vão comandar Xerém. Uma delas é uma pessoa com muita experiência nesse tipo de cargo e muito sucesso e a outra é uma pessoa da parte gerencial e administrativa


Leia mais sobre: Peter Siemsen Fluminense Muricy Ramalho

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

Peter Siemsen fluminense

Peter Siemsen
Em entrevista ao iG, presidente eleito falou sobre reforços, diretoria e estrutura deficiente do clube

Topo
Contador de notícias