iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/12 - 18:15, atualizada às 21:39 07/12

Mário Gobbi pede demissão e não é mais diretor de futebol do Corinthians
Dirigente escreveu carta aberta aos corintianos em que agradeceu o apoio que teve em três anos. Sua meta é se preparar para ser presidente do clube

Bruno Winckler, iG São Paulo

Mário Gobbi não é mais diretor de futebol do Corinthians. O agora ex-dirigente do clube pediu demissão nesta terça-feira e o clube confirmou sua saída através do seu site oficial.  "O ciclo se completou e a rotatividade no poder é salutar para termos um Corinthians sempre vencedor", escreveu o ex-diretor logo início da sua carta de demissão.

"Três anos no futebol é muito pesado, cansa muito. Larga muito seus afazeres, sua vida pessoal e estava na hora, em um acordo entre eu e ele, já sabíamos que independente de qualquer resultado nesse final de ano ele sairia", disse o presidente Andrés Sanchez.

A carta se encerra com um "Até breve". Gobbi não confirma, mas sua intenção é candidatar-se a presidente do clube no final de 2011, quando se encerra o mandato de Andrés Sanchez. O presidente corintiano já avisou que não pretende continuar e tem em Gobbi um homem de confiança para dar continuidade ao trabalho que realiza desde dezembro de 2007.

Sanchez prefere não se antecipar. "Não sei quem vai ser (o candidato a presidente do Corinthians). Quem vai decidir é o grupo que me apoia, a diretoria do Corinthians, e posterior a isso os sócios do clube é que vão voltar", disse o presidente, que não quis anunciar quem será o substituto de Gobbi no comando do futebol.

"É inacreditável, meu. Quem é o vice de futebol do Santos? Quem é o vice do Palmeiras? É brincadeira quererem saber agora quem vai ser o substituto ou não. É um diretor político, é cargo político, nós vamos escolher com calma, no momento certo. Tem vários pretendentes, tem vários que merecem, que são capacitados, vamos aguardar", disse Sanchez.

Gazeta Press
Mario Gobbi diz que seu ciclo como dirigente do Corinthians já se encerrou

Gobbi assumiu a direção de futebol no início de 2008 com o convite de Sanchez, que acabara de assumir a presidência do clube. O saldo da sua gestão é positivo. O Corinthians voltou à primeira divisão com o título da Série B de 2008 e em 2009 foram dois títulos: o Campeonato Paulista, vencido de forma invicta, e a Copa do Brasil, que deu ao clube a chance de disputar a Libertadores no ano do centenário.

Abaixo a carta do dirigente, na íntegra

Corinthianos,

Após três anos no cargo de diretor de futebol, entendo que urge passar o bastão.

O ciclo se completou e a rotatividade no poder é salutar para termos um Corinthians sempre vencedor.

Neste período, mudamos uma mentalidade, quebramos velhos hábitos, costumes e implantamos filosofia e metodologia modernas, cuidando do presente e plantando para o futuro, o que nos permite entregar um departamento totalmente remodelado, modernizado e estruturado, com comissão técnica permanente, grupo de jogadores graduado e um time montado, com esquema tático e padrão de jogo definidos.

Resta aprimorar detalhes, trabalho corriqueiro de todo final de temporada.

Para tanto, o planejamento 2011 está elaborado e a nova direcão, juntamente com a equipe técnica, capitaneados pelo Presidente Andrés Sanchez, com maestria, saberão executá-lo.

Sensibilizado, agradeço o apoio de todos os colaboradores do departamento de futebol profissional, dos Colegas Diretores e em especial do Presidente Andrés, notadamente pelo respaldo e confiança em mim depositados.

Deixo minha declaracão de amor a Torcida Corinthiana, o reconhecimento de que, sem a paciência e o apoio recebidos, jamais atingiriamos nossas metas.

A Nação Corinthiana é o nosso maior orgulho e patrimônio, e, a ela, me curvo silente.

O aprendizado desses anos, me permite contribuir, de outras formas, não só com o Corinthians, mas também com o futebol em geral, buscando evolução e aprimoramento das práticas existentes, implantando novos e modernos métodos, o que certamente farei.

Há muito a ser feito e o egoísmo não me permite acumular a experiência apenas para minha satisfacão. É imperativo torna-se agente multiplicador.

Até breve,
Cordialmente,
Mário Gobbi Filho


Leia mais sobre: Corinthians Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias