iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/11 - 15:47

Ansiedade e euforia viram os principais inimigos do Fluminense

Time precisa de uma vitória contra o já rebaixado Guarani, no Rio de Janeiro, para ser campeão do Brasileiro depois de 26 anos

Gazeta Esportiva

A vitória de 2 a 1 sobre o Palmeiras deixou o Fluminense muito perto de conquistar o título do Campeonato Brasileiro, que não ganha desde 1984. Para isso basta um simples triunfo diante do Guarani, já rebaixado, no próximo domingo, no Engenhão. Porém, nas Laranjeiras, o time de Campinas não vem sendo tratado como o principal adversário dos cariocas, que apontam a ansiedade e a euforia como os pontos a serem atacados para evitar qualquer surpresa desagradável.

"Nós não podemos ter ansiedade ou euforia neste momento do Campeonato Brasileiro, quando estamos muito perto de conquistar o nosso objetivo. Temos que trabalhar com ainda mais seriedade ao longo dessa semana, com muita tranquilidade e, principalmente, chegarmos para a partida diante do Guarani bem preparados", afirmou o atacante Fred.

O técnico Muricy Ramalho é outro que vem procurando passar para seus jogadores nesta reta final de Campeonato Brasileiro a importância de o elenco ter tranquilidade para saber decidir os confrontos.

"A ansiedade existe e o cara tem que se preparar. Vamos olhar para o próximo adversário a partir de agora, porque, quando você está preparado, a ansiedade diminui. Não tem mágica, a única forma é essa. Vamos encarar com respeito", comentou Muricy.

O treinador citou como exemplo a tranquilidade do atacante Tartá para decidir o confronto diante do Palmeiras. Quando o jogo estava empatado por 1 a 1 o jogador do Fluminense dominou uma bola na grande área e a tocou no canto direito do goleiro Deola.

"Conversei no intervalo com o time, porque tínhamos que jogar de um jeito natural, estávamos forçando muito. Temos que estar conscientes de que precisamos jogar com calma até o último movimento. O Tartá, por exemplo, teve calma para tocar no canto", afirmou o comandante.

Tartá, inclusive será desfalque do Fluminense na partida contra o Guarani. O jogador vai ter que cumprir suspensão por conta do terceiro cartão amarelo recebido diante do Palmeiras. "Eu não esperava ficar fora da última partida, será muito chato. Mas fiz o gol da vitória contra o Palmeiras e só isso já vale bastante", analisou o atleta.

O elenco do Fluminense, que ganhou folga nesta segunda-feira, vai se reapresentar nesta terça-feira, quando começa a preparação para a partida contra o Guarani. O volante Diogo, que não participou da partida contra o Bugre por ainda se recuperar de uma lesão no joelho direito, será reavaliado pelo departamento médico também nesta terça-feira.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias