iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/11 - 19:26

Tite condena alegria com fracasso de rival: "É ser muito pequeno"

Técnico do Corinthians já havia poupado o São Paulo de críticas pela goleada sofrida diante do mesmo Fluminense que enfrentará o Palmeiras, cuja situação de poder prejudicar o time do treinador o incomoda

Gazeta Esportiva

Tite respirava fundo e hesitava sempre que ouvia uma pergunta sobre o Palmeiras na tarde desta sexta-feira. O técnico chegou até a admitir se policiar para não ser completamente verdadeiro ao analisar a postura do maior rival, que poderá prejudicar o Corinthians com uma derrota para o Fluminense, no domingo.

"Tenho sentimentos, como ser humano. Não sou alienado, insensível e puritano. Fico em um dilema, com indignação, com vontade de botar tudo para fora", lamentou Tite, que já havia poupado o São Paulo de críticas pela goleada sofrida diante do mesmo Fluminense, na rodada passada do Campeonato Brasileiro.

Os torcedores do São Paulo festejaram bastante o tropeço de sua equipe, pois foi suficiente para tirar o Corinthians da liderança da competição. Os palmeirenses também já começaram a pressionar a equipe de Luiz Felipe Scolari a perder para o Fluminense, depois da traumática eliminação na Copa Sul-americana. Diretores do Palmeiras ainda falaram que prefeririam um W.O. e chegaram a convocar a torcida carioca para o "jogo do título".

"Cada um responde pelo que fala. Mas não sou tão pequeno a ponto de me motivar com um insucesso do outro. Ficar contente com um menino chorando porque o Palmeiras foi derrotado pelo Goiás? É ser muito pequeno", condenou Tite, que já trabalhou no rival. "Vibrem porque o seu time venceu. O insucesso e a falta de ibope não podem ser motivos de alegria. Essa é uma escala de valores muito pequena", reforçou.

O "menino chorando" citado por Tite ficou marcado por seu desespero no Pacaembu durante a eliminação do Palmeiras na Copa Sul-Americana. O garoto Eduardo Kengi foi levado para assistir ao treinamento de seu time na Academia de Futebol nesta sexta-feira e encontrou-se com Luiz Felipe Scolari.

No final de semana, Tite fará jus ao seu discurso para apoiar o Palmeiras contra o Fluminense, já que o Corinthians depende de um tropeço do time carioca para ser campeão nacional. Mas não quer se alongar sobre isso. "Estou me sentindo desagradável com o assunto. Quero dormir com a consciência tranquila. Não sou ninguém para julgar os outros e atirar pedras. Vou cuidar do meu trabalho, do nosso jogo contra o Vasco", priorizou.

No Corinthians, entretanto, também há quem já tenha ficado feliz por fracassos alheios. O meio-campista Elias festejou bastante a vitória do Goiás sobre o Palmeiras através de seu Twitter. Depois, garantiu que o gesto não era motivo para o surgimento de nenhuma polêmica.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias