iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/11 - 18:58

Corinthians perde Ronaldo, empata com o Vitória e sai da ponta

Danilo abriu o placar para o Corinthians, mas o goleiro Viáfara, em cobrança de pênalti, empatou para o Vitória

Bruno Winckler, enviado iG em Salvador

O Corinthians não é mais líder do Brasileirão. Um pênalti, convertido por Viáfara no final do primeiro tempo, determinou o empate em 1 a 1 com o Vitória que devolve ao Fluminense o primeiro lugar do campeonato. O lance capital do futebol, que deu ao Corinthians a liderança do campeonato na rodada anterior foi o mesmo que lhe tirou o primeiro lugar neste domingo em Salvador. Carlos Eugênio Simon, sem pensar duas vezes, apontou a cal ao ver a bola tocar a mão de Ralf. "Falaram uma semana de árbitro, árbitro, e olha aí o que deu", disse Chicão, lembrando da polêmica vitória corintiana contra o Cruzeiro no sábado, dia 13. “Espero que falem dessa aí também”, completou Elias.

AE


"Fenômeno" deixa o campo de maca após sentir lesão neste domingo

Sem depender de suas forças e provavelmente sem Ronaldo, que saiu de campo lesionado aos 29 minutos do primeiro tempo, o Corinthians está nas mãos de seu rival Palmeiras e do desesperado Guarani, que enfrentam o Fluminense nas duas últimas rodadas. “Paciência. A gente não faz como outros times que saem reclamando por um pênalti claro. Bateu na mão, não foi intencional, mas o juiz achou que foi pênalti. É o futebol”, disse Roberto Carlos.

Não adianta chorar. O Corinthians tem agora 64 pontos contra 65 do Fluminense que fez 4 a 1 no São Paulo. Na próxima rodada o time paulista dependerá de uma vitória do Palmeiras contra os cariocas para reverter essa vantagem. O Corinthians enfrenta o Vasco no Pacaembu e mesmo vencendo terá de fazer uma figa por um bom resultado do Palmeiras, completamente desmotivado para o restante da disputa do Brasileirão. "A gente só espera que o Palmeiras entre nesse jogo com alguma vontade de ganhar", disse Júlio César. O Vitória tem agora 40 pontos e não se afastou da zona de rebaixamento. O empate em Salvador e a derrota do Botafogo para o Internacional garantem o Corinthians matematicamente na Libertadores de 2011.


Veja os gols de Vitória 1 x 1 Corinthians



O jogo 
O Corinthians entrou em campo sabendo que o Vitória o pressionaria nos primeiros minutos para se aproveitar do clima favorável criado pela torcida baiana que lotou as dependências do estádio do Barradão. Desesperado e com a corda do rebaixamento que aperta seu pescoço há algumas rodadas, o Vitória foi embalado e foi melhor nos primeiros minutos da partida. Logo aos quatro minutos Adaílton arriscou de esquerda e a bola perto da trave, já dando sinais de que a arma do Vitória seria não deixar o Corinthians com a bola.

O Corinthians só passou a controlar melhor o jogo quando Ronaldo resolveu ser garçom. Atuando fora da área, o Fenômeno colocou Jorge Henrique na cara do gol aos 15 minutos, mas o atacante demorou para chutar e Viáfara salvou. Cinco minutos depois, em lance parecido ao anterior o final da jogada foi outro. Desta vez foi Danilo o alvo de Ronaldo e o meia que substituiu Bruno César não vacilou abrindo o placar. Foi apenas seu segundo gol com a camisa do Corinthians.

O jogo caminhava muito bem para as pretensões do Corinthians, Elias e Jucilei controlavam as ações no meio campo, mas aí veio a lesão de Ronaldo. Aos 25 minutos o atacante caiu no gramado e pediu substituição. O Corinthians perdeu referência e o Vitória foi para cima principalmente nas jogadas com os laterais Nino e Egídio. O Corinthians ainda tinha domínio do jogo, mas aí veio o lance que definiu o jogo. Viáfara cobrou o pênalti forte no meio do gol e empatou.

No segundo tempo, o Corinthians não conseguiu ter o mesmo poderio que havia apresentado na primeira parte do jogo e teve mais uma vez de contar com ótima atuação de Júlio César para não sair derrotado do Barradão.

Logo aos sete minutos do segundo tempo o goleiro impediu que o Vitória virasse o placar. O meia-atacante Elkeson chegou livre na área, cortou o zagueiro Chicão, mas o Júlio César saiu muito bem gol e espalmou a bola para escanteio. O goleiro corintiano também fez seu milagre como Viáfara havia feito no lance de Jorge Henrique no primeiro tempo.

Iarley, o substituto de Ronaldo, não conseguiu dar ao Corinthians o mesmo poderio ofensivo do Fenômeno, e o Vitória, não se sentindo tão ameaçado, continuou em cima do Corinthians e Júlio César como o principal nome do Corinthians. Aos 15 minutos, Adaílton recebeu livre na área e bateu para o gol. Júlio César saiu bem mais uma vez e defendeu. Aos 20 minutos, o Vitória reclamou de um impedimento que anulou gol de Junior. O atacante saiu na cara do gol do Corinthians, tocou para as redes, mas o auxiliar Julio Cesar Rodrigues Santos levantou a bandeira.

O Vitória, com Henrique no lugar de Elkeson continuou em cima. O atacante formado pelo São Paulo foi quem criou as melhores chances do Vitória no segundo tempo mas parou todas as vezes nas mãos de Júlio César. O Corinthians só conseguiu reequilibrar o jogo depois dos 35 minutos, mas sem precisão nos chutes, desperdiçou duas chances claras. Danilo e Alessandro, dentro da área, isolaram a bola. Elias, que seria substituído por William Morais não quis sair e continuou em campo, mas não fez a diferença. O Vitória, cansado de tanto pressionar e não conseguir passar pela defesa do Corinthians, diminuiu o ritmo e o jogo terminou assim.

O Corinthians enfrenta o Vasco no domingo sem Elias, suspenso. O Vitória enfrenta o Internacional, no mesmo dia, e ainda luta para não cair.

Ronaldo e a maldição do sétimo jogo
Ronaldo não conseguiu superar sua melhor marca de jogos consecutivos pelo Corinthians sem se machucar. Contra o Vitória, o "Fenômeno" chegou a sete partidas seguidas, série que já havia acontecido duas vezes em 2009, mas como nas duas ocasiões anteriores o jogador se lesionou no sétimo jogo. Deixou o campo aos 29 minutos do primeiro tempo, de maca, reclamando de dores na coxa direita. Com seu substituto Iarley já em campo o Fenômeno se sentou no banco de reservas com uma bolsa de gelo no local da lesão. “Se ele sentiu que tinha de sair era melhor sair. Ronaldo é consciente e sabe os limites do corpo dele. É precipitado saber se ele vai poder jogar contra o Vasco”, disse o fisioterapeuta Bruno Mazziotti.

Ronaldo ficou três meses e meio sem atuar entre a estreia do Brasileirão, dia 9 de maio, e seu primeiro retorno neste Brasileiro, justamente contra o Vitória, na partida do primeiro turno no Pacaembu, dia 29 de agosto. O jogador ainda fez uma partida contra o Atlético-PR na semana seguinte, mas voltou a sentir dores na panturrilha esquerda, lesão que o tirou de praticamente todo o primeiro turno.

Recuperado desta lesão, o “Fenômeno” retornou ao time na partida contra o Guarani, dia 17 de outubro, e atuou durante os 90 minutos nas seis partidas que antecederam o jogo deste domingo em Salvador.
Se conseguir se recuperar nesta semana e entrar em campo contra o Vasco, ele chega a oito jogos e alcança a melhor série de partidas da sua carreira desde 1998. 

Milton Trajano


FICHA TÉCNICA – VITÓRIA 1 x 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 21 de novembro de 2010, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa/RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa/RS) e Julio Cesar Rodrigues Santos (RS)
Cartões Amarelos: Egídio, Nino (VIT); Ralf, Elias (COR)
Renda: R$ 331.800,00
Público: 26.670 pagantes

GOLS:
Vitória
: Viáfara, aos 42 minutos do primeiro tempo.
Corinthians: Danilo, aos 20 minutos do primeiro tempo
 
VITÓRIA: Viáfara; Nino, Anderson Marques, Gabriel Paulista e Egídio; Neto Coruja (Bida), Uelliton, Elkeson (Henrique) e Ramon (Fernando); Adailton e Júnior. Técnico: Antônio Lopes

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Danilo; Jorge Henrique (Paulinho) e Ronaldo (Iarley). Técnico: Tite 


Leia mais sobre: Corinthians Vitória Ronaldo Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

corinthians danilo

Danilo
Meia colocou Corinthians a frente no placar, mas time não segurou resultado e perdeu a ponta

Topo
Contador de notícias