iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/11 - 14:12

Com reforma do Palestra Itália, cadeiras da Turma do Amendoim viram item de colecionador

Empresário teve a ideia de comprar cadeiras de um depósito de sucata para comercializar com torcedores saudosistas

Danilo Lavieri, iG São Paulo

O torcedor palmeirense mais saudosista tem uma solução para não ficar apenas se lamentando com a reforma do Palestra Itália. As cadeiras da arquibancada numerada, a famosa Turma do Amendoim, estão à venda em um depósito no bairro da Freguesia do Ó, em São Paulo, e já viraram itens de colecionador.

A iniciativa, curiosamente, partiu de um comerciante que não é palmeirense. Acácio Miranda, de 61 anos, trabalha com reciclagem de madeiras e preferiu não revelar qual é o seu time. Ele ficou sabendo que todos os assentos foram vendidos para um depósito de sucata e, pensando em presentar um sobrinho, teve a ideia de transformar o que seria um resto de ferro em objeto de desejo.

Guilherme Tosetto
No depósito de Acácio, as cadeiras do Palestra aguardam futuros compradores


"Fui ao Palestra Itália atrás das madeiras da reforma. Lá, fiquei sabendo que as cadeiras iriam para a sucata e pensei em presentar meu sobrinho. Na mesma hora, eu imaginei que, se meu sobrinho ia gostar, outros palmeirenses poderiam querer ter isso para guardar também. Tive a ideia para colecionadores e resolvi comprar outras cadeiras", afirmou o empresário.

Acácio comprou cerca de 150 cadeiras e já vendeu por volta de 40 por R$ 50 cada uma. Com esse comércio passageiro, o empresário espera ter cerca de 50% de lucro em cima do que gastou. Dependendo do local e até da agenda de entregas de sua empresa, ele deixa a cadeira na casa do comprador.

Guilherme Tosetto
Compradores procuram cadeiras com números significativos para Palmeiras


Foi o que aconteceu com Ricardo Lombardi, sócio remido do Palmeiras e ex-frequentador das numeradas. Ele ficou sabendo da venda enquanto trocava emails com torcedores sobre a reforma do estádio. Um deles soube da venda da cadeira e a notícia se espalhou e já virou item de primeira linha para os mais fanáticos.

"Pretendo arrumar uma boa base de madeira para parafusá-las. Depois, arrumarei um lugar nobre na minha sala para elas. As cadeiras e as pedras da demolição são uma espécie de síntese material do clube. Representarão, para mim, um pedaço de uma era do Palestra que ficará para trás, na sala de troféus do clube. A Arena será um passo importante para a modernização do Palmeiras, e as novas gerações ficarão orgulhosas dela. Mas sou nostálgico, precisava ter um pedaço desse meu passado em casa", afirmou Lombardi, que também pegou um pedaço na arquibancada diretamente no estádio.

Guilherme Tosetto
As cadeiras são entregues da maneira que foram retiradas do estádio


Na mesma lista de emails, Leandro Pereira, outro sócio do Palmeiras que frequentava às vezes a Turma do Amendoim, também quis comprar a cadeira assim que ficou sabendo. Ele, no entanto, enfrentou uma outra dificuldade: A resistência de sua mulher.

"No começo, minha mulher não concordava com a compra, achava uma besteira. E olha que ela é palmeirense. Mas quando as cadeiras chegaram, a situação muda. Dá um sentimento diferente. Ela até colocou agora no Twitter que não cansa de admirar as numeradas do Palestra", brincou Leandro, que atentou para um desperdício da diretoria palmeirense.

"Eu não entendi como o Palmeiras não teve a mesma ideia. O preço que a gente paga é muito bom perto da importância simbólica que essa cadeira tem. Eles iam sair do zero para transformar aquilo tudo em receita", completou.

Na nova Arena, os dois torcedores pensam em comprar um camarote com o grupo de amigos. Lombardi, no entanto, descarta a compra de uma cadeira cativa. Para ele, o melhor do futebol está nas arquibancadas, local que não tira o espírito "corneta" oriundo da Turma do Amendoim.

"As cadeiras ficaram famosas depois que o Felipão apelidou o pessoal que sentava nelas de Turma do Amendoim. Como todo palmeirense adora cornetar um pouco, vai ser divertido assistir a um jogo pela TV, sentado nessas cadeiras. Imagina as histórias que poderei contar para o meu filho...", brincou.

O torcedor interessado na compra em uma dessas cadeiras pode mandar e-mail para cadeirasdopalestra@ig.com.br. Cada uma custa R$ 50.


Leia mais sobre: arena palestra palestra itália palmeiras

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Guilherme Tosetto

Acácio Miranda e suas cadeiras do Palestra

Acácio Miranda
Empresário adquiriu as cadeiras para presentear o sobrinho

Topo
Contador de notícias