iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/11 - 19:30

Para barrar oposição, Belluzzo pensa em ser candidato à reeleição no Palmeiras
Presidente licenciado repensa situação e pode se candidatar para evitar possível vitória de Arnaldo Tirone

Danilo Lavieri, iG São Paulo

Ao contrário de todas as expectativas, Luiz Gonzaga Belluzzo pode sair como candidato na eleição à presidência do Palmeiras em 2011. Percebendo a alta rejeição de Salvador Hugo Palaia, que tem se declarado como candidato da situação, o presidente licenciado pode lutar pela reeleição em janeiro.

Segundo apurou o iG, o presidente licenciado seria o único capaz de fazer Palaia desistir da eleição. Em troca disso, ele ganharia algum outro cargo, como presidente do COF (Conselho de Orientação Fiscal), por exemplo.

Para começar a costurar o acordo da possível reeleição, Belluzzo já fez várias reuniões. A última delas aconteceu no início da noite desta quinta-feira. O dirigente convidou quatro membros do Conselho Gestor para um encontro em sua casa: o diretor administrativo, José Cyrilo Jr., o assessor especial da presidência, Antônio Carlos Corcione, o diretor financeiro, Francisco Buzico, e o diretor de futebol, Wlademir Pescarmona.

Percebendo o crescimento da oposição, Belluzzo enfrentaria o desejo da família e até mesmo voltaria atrás de suas declarações assim que eleito. Ele afirmava que não era a favor da reeleição na presidência palmeirense.

A ideia é acabar de vez com as chances de um racha na situação. Os próximos a serem ouvidos devem ser o membro do COF Seraphim del Grande e o ex-diretor de futebol Gilberto Cipullo. Ambos rejeitam qualquer chance de apoiar Palaia no pleito do ano que vem.

Paulo Nobre, outro conselheiro com nome forte na situação, ainda não foi ouvido. Ele está em competições de rali fora do país. Enquanto isso, no Brasil, alguns membros da situação tentam articular a sua candidatura, que perde certa força com a volta de Belluzzo.

Atualmente, Belluzzo está licenciado por causa de uma cirurgia no coração. Depois de ficar afastado por 45 dias, o dirigente pediu uma nova licença de mais 15 dias.  No meio da semana que vem, no dia 25, ele precisará voltar ao cargo de qualquer jeito. O estatuto do Palmeiras não permite que um presidente fique licenciado mais de 60 dias.

Enquanto o cenário da situação fica completamente aberto, o da oposição já está definido. Em acordo sustentado por Affonso Della Monica, Mustafá Contursi e Carlos Fachina Nunes, Arnaldo Tirone será o candidato. Roberto Frizzo será o seu primeiro vice. (Leia a entrevista de Tirone).


Leia mais sobre: belluzzo palmeiras eleições cipullo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente do Palmeiras, durante entrevista coletiva para anunciar a contr...

Belluzzo
Para aumentar chances de situação continuar no poder, Belluzzo pode ser candidato à reeleição

Topo
Contador de notícias