iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/10 - 22:54

Santo André quebra sequência negativa e complica sonho da Ponte Preta

Equipe do ABC fez o dever de casa no Bruno José Daniel e venceu por 2 a 0, com gols de Richely e Allan, pela Série B

Gazeta Esportiva

Em duelo de opostos, o ameaçado Santo André levou a melhor sobre a Ponte Preta, que ainda sonha com a volta para a Série A. No estádio Bruno José Daniel, o Ramalhão fez o dever de casa e venceu por 2 a 0, com gols de Richely e Allan, e quebrou uma sequência de três derrotas seguidas.

Independente dos resultados deste sábado, no complemento da 31ª rodada, o Santo André não conseguirá deixar a zona de rebaixamento. Já a Ponte Preta caiu para o oitavo lugar e pode ver o Bahia, que recebe o ASA-AL e ocupa a quarta posição, ampliar sua vantagem para dez pontos.

Na próxima rodada, o Santo André jogará fora de casa contra o América-MG, que luta pelo acesso à primeira divisão. Por sua vez, a Ponte Preta receberá o Vila Nova, que está na briga contra as últimas posições desde o princípio da competição.

O jogo
Precisando desesperadamente da vitória para não afundar na zona da degola, o Santo André tomou a iniciativa e partiu ao ataque logo no início. Aos seis minutos, Richely recebeu ótimo passe do inspirado Cicinho e bateu cruzado para abrir o placar no ABC paulista.

Com o placar aberto, o time da casa tentou permanecer no campo de ataque e rondou perigosamente a área do rival, mas sem exercer grande pressão. Por sua vez, a Ponte chegava esporadicamente e assustava apenas nas finalizações do atacante Reis.

A apatia da equipe campineira durante os primeiros 45 minutos fez com que Jorginho mexesse no intervalo, com Leandrinho na vaga de Augusto. A Macaca cresceu na partida e teve uma ótima chance aos oito minutos, novamente com Reis, que recebeu pela direita da área e acertou o lado externo das redes.

A reação, porém, parou por aí. Aos 11 minutos, o Santo André conseguiu ampliar com Allan, que ficou com a bola no centro da área e teve tranquilidade para limpar o zagueiro e bater firme, à esquerda de Eduardo Martini.

Pouco depois de balançar as redes, o autor do gol sentiu uma contusão e teve de ser substituído por Alex Silva. Em seguida, Halisson deu lugar a Marcelo Godri e, ainda aos 25 minutos, Jair Picerni gastou sua última mudança ao colocar Altair na vaga de Dênis. Quase ao mesmo tempo, a Ponte também deu suas últimas cartadas: entraram Moacir e Pirão, saíram Reis e Souza.

Mesmo vencendo, o Santo André continuou melhor e criou boa oportunidade para marcar o terceiro aos 37 minutos, em chute de Altair desviado pela zaga, que Eduardo Martini salvou.

Se ainda havia alguma esperança de reação da Macaca, ela saiu de campo junto com Eduardo Arroz, que fez falta, recebeu o segundo amarelo e foi expulso aos 39 minutos. Com um a mais, os anfitriões jogaram com ainda mais tranquilidade e mantiveram o resultado.

FICHA TÉCNICA
SANTO ANDRÉ 2 x 0 PONTE PRETA

Local:
Estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP)
Data: 22 de outubro de 2010
Horário: 21 horas (horário de Brasília)
Árbitro: José Henrique de Carvalho (SP)
Assistentes: Giovani Cesar Canziam e Alex Alexandrino (ambos de SP)
Eduardo Arroz, Guilherme e Josimar (Ponte Preta)
Cartões Amarelos: Douglas, Halisson, Marcelo Godri, Wendel e Aloísio (Santo André);
Cartão Vermelho: Eduardo Arroz (Ponte Preta)

Gols: SANTO ANDRÉ: Richely, aos seis minutos do primeiro tempo; Allan, aos 11 do segundo tempo.

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Douglas, Halisson (Marcelo Godri) e Dênis (Altais); Wendel, Walker, Allan (Alex Silva) e Aloísio; Richely e Marques
Técnico: Jair Picerni

PONTE PRETA: Eduardo Martini; Eduardo Arroz, Naldo, Augusto (Leandrinho) e Bruno Collaço; Guilherme, Josimar, Souza (Moacir) e Ivo; Reis (Pirão) e William
Técnico: Jorginho


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias