iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/10 - 10:15

Herrera é suspenso, mas dirigentes do Botafogo são absolvidos pelo STJD
Atacante foi punido com duas partidas pela expulsão contra o Vasco, mas já não atua mais neste ano por lesão

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro

O atacante Herrera foi punido com dois jogos de suspensão pelo STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva) pela expulsão sofrida na partida contra o Vasco, no último dia 22 de setembro. Já o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, e o vice de futebol, André Silva, foram absolvidos no mesmo julgamento, na noite da última segunda-feira, por reclamações contra a arbitragem.

A pena não prejudicará o Botafogo, já que o atacante Herrera passou por uma operação no ombro no último sábado e não poderá mais atuar no campeonato. Segundo o árbitro Felipe Gomes da Silva, o argentino, após ser expulso, teria dito "vai tomar no c...", sendo denunciado por jogada violenta e ofensa – artigos 254 e 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O presidente Maurício Assumpção teria dito “você é muito azarento, só erra contra o Botafogo...”. O vice de futebol completou, dizendo: “Você é safado, ladrão, vagabundo, você tem é que apanhar aqui”.

Surpreendentemente, André Silva revelou que não queria que os advogados do clube recorressem em caso de punição, já que o dirigente acredita que deve servir como exemplo. O advogado do Botafogo, Aníbal Rouxinol comentou que a súmula publicada no site da CBF causou um pouco de "estranheza", devido a índole dos dirigentes, que segundo ele, não têm o costume de reclamar das arbitragens durante e após as partidas


Leia mais sobre: Herrera STJD André Silva Maurício Assumpção Botafogo CBJD CBF

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Herrera, atacante do Botafogo

Herrera
Argentino passou por operação no ombro no último sábado e só volta em 2011

Topo
Contador de notícias