iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/10 - 10:07

Entre tapas e beijos, Valdívia aproveita experiência com Felipão

Chileno admite que treinador é duro, mas faz o possível para aprender com os ensinamentos dele

Gazeta Esportiva

Em dois meses de trabalho no Palmeiras, o meia Valdívia e o técnico Luiz Felipe Scolari já tiveram as suas rusgas, fruto de uma relação em que ambos apresentam personalidades fortes. No momento, a ordem é esquecer as desavenças. Para o Mago, a prioridade atual é aproveitar o contato com um comandante reconhecido por conquistas de grande peso.

"O Felipão é um treinador que tem o seu nome, dá dura quando necessário, todo mundo o conhece. É isso aí. Estamos tentando aprender com experiência dele", diz o camisa 10.

Na segunda passagem pelo Palmeiras, Valdívia já reclamou duas vezes de substituições. Na primeira vez, atirou um copo no chão e jogou o agasalho na derrota contra o Cruzeiro. Na semana passada, balançou a cabeça ao ver que deveria ceder o lugar ao meia Lincoln e tirou Scolari do sério.

"A minha reação é de quem quer vencer, jogar todos os jogos", justifica o chileno, que diz ter escapado de uma bronca do técnico. "Não teve mais discussão depois do jogo com o Santos, ele mesmo falou que não puxou a orelha de ninguém", emenda.

Ainda assim, Valdívia dá sinais de que não teme o estilo autoritário do treinador gaúcho. Na Vila Belmiro, Felipão chegou a citar que nem sequer o filho do presidente do Palmeiras teria cadeira cativa em sua equipe. O Mago responde com humor. "Se ele falou isso é porque deve saber que o Palaia (atual presidente em exercício do Alviverde) é o meu segundo pai", brinca.

Por outro lado, Valdívia está se esforçando para cumprir a determinação de Scolari em contribuir na marcação. Ele sabe que o Palmeiras necessita de esforço máximo para subir na classificação do Campeonato Brasileiro. "O Felipão falou que tem duas portas, uma para entrar e outra para sair, tive que caprichar. Fisicamente estou bem melhor. Se é para ajudar, vou ajudar sempre", encerra o polêmico camisa 10 do Palmeiras, um ídolo incontestável entre os torcedores.

 

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias