iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/10 - 00:42

Carvalho lamenta derrota e chance desperdiçada de encostar nos líderes

Dirigente gaúcho acha que os tropeços de Fluminense e Corinthians favoreceram o Internacional

Gazeta Esportiva

O vice de futebol Fernando Carvalho mantém a ideia de que o Inter é candidato ao título brasileiro, mesmo com a derrota para o Ceará, por 1 a 0, ocorrida nesta quarta-feira. O discurso do dirigente levou em conta as derrotas dos dois primeiros colocados, Fluminense e Corinthians, que perderam para Santos e Atlético-MG, respectivamente.

"É um campeonato de perde e ganha. Se nós conseguirmos vencer domingo e descontarmos o jogo atrasado com o Santos na semana que vem, entraremos na briga de novo. Somos candidatos, apesar dos tropeços", garantiu Carvalho. O zagueiro Bolívar lembra que a diferença do Inter para a ponta poderia ter caído para cinco pontos na noite desta quarta, caso derrotasse o Ceará em Fortaleza.

Fernando Carvalho indicou três fatores que explicam a derrota no Castelão: a falta de tempo para treinar um time desentrosado, os desfalques e a má atuação. "Tivemos até mais chances que o Ceará, mas não adianta falar se não fizemos gol. Foi justa a vitória do adversário", avaliou.

O dirigente lembrou que times que estão atrás na tabela já estão próximos do Inter na tabela, e entraram na briga pela ponta de cima. Citou, inclusive, o maior rival. "Tem gente chegando por trás: Grêmio, Santos. É um campeonato diferente", entende. Entretanto, Carvalho diz não temer o bom momento do rival numa projeção de para o dia o clássico do dia 24, no Estádio Olímpico: "O Gre-Nal não mudará nosso planejamento, não estamos preocupados com o Grêmio. Eles estão fazendo a parte deles. Quando chegar o dia do clássico, jogaremos a morrer", prometeu.

Sobre a sucessão presidencial, Fernando Carvalho limitou-se a comentar que só falará a respeito do assunto quando o presidente Vitório Piffero se pronunciar oficialmente. "É ele quem comanda esse processo", afirmou, frisando que espera que os pré-candidatos Giovanni Luigi e Pedro Affatato, ambos situacionistas, cheguem a um acordo que seja bom para o clube.


Leia mais sobre: Internacional Corinthians Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias