iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/10 - 19:03

Felipão não deve escalar Lincoln e optará por Fabrício na zaga

Treinador segue com "medo" em relação ao sistema defensivo da equipe caso escale dois meias criativos

Agência Estado

O técnico Luiz Felipe Scolari não parece mesmo simpático à ideia de ter Valdivia e Lincoln juntos no meio de campo. Desde que o último voltou de lesão, há três jogos, Felipão vem dando desculpas para não escalar a dupla como titular.

Desta vez, o comandante do Palmeiras citou as características do Avaí, adversário desta quinta, no Pacaembu, como determinante para manter Lincoln no banco.

"Não sei se vale a pena mudar a forma de jogar. Quando fizemos isso e arriscamos um pouco mais, fomos surpreendidos. Lá em Florianópolis, quando perdemos por 4 a 2 para eles (Avaí, pela nona rodada do Brasileirão), resolvemos sair mais para o jogo e levamos quatro gols", lembrou nesta quarta Felipão, diminuindo as chances de escalar Lincoln. "Vou pensar bem se vale a pena mudar a postura da equipe."

Além do rival, Felipão também alegou que o meia ainda não readquiriu o condicionamento físico ideal. "O Lincoln, hoje, é capaz de suportar 60, 70 minutos em grandes condições. Mas não posso colocar dois jogadores que, dependendo da situação do jogo, não possuem condições de marcar os 90 minutos. Os dois têm extrema qualidade para atuarem juntos e nós projetamos isso, mas vamos com calma", explicou.

Na zaga, Felipão não fez mistério, escolhendo Fabrício como substituto do suspenso Danilo. "Ele foi muito bem quando atuou como titular contra o Flamengo (vitória por 3 a 1) e tenho certeza que pode fazer uma boa dupla com o Maurício Ramos. Mas o Danilo faz muita falta, pois tem um senso mais aprimorado de cobertura e posicionamento", analisou.


Leia mais sobre: palmeiras felipão fabrício lincoln

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias