iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/09 - 01:18

Adilson exalta "calma e tranquilidade" para virar clássico contra o Santos
Depois de ficar atrás por duas vezes, Corinthians conseguiu virar partida na base do toque de bola, marca registrada do líder do campeonato

Bruno Winckler, iG São Paulo

Toque de bola, sem chutão e sem desespero. Foi essa a receita da virada do Corinthians em cima do Santos, na noite de quarta-feira, de acordo com o técnico Adilson Batista e seus jogadores de meio campo, o motor do time. "A gente acabou saindo mal para jogo, um pouco desconcentrados, mas sem desespero, sem loucura, a gente conseguiu colocar a bola no chão, tocar a bola e chegar aos gols", disse o treinador.

O volante Elias também exaltou a paciência do time, que chegou aos dois primeiros gols na base do toque de bola. "Nossos gols nasceram de jogadas bem tramadas, que a gente treina muito. Conquistamos os gols com méritos sem dúvida nenhuma", disse o camisa 7, autor do segundo gol corintiano.

No primeiro, Jucilei puxou o ataque pelo meio, passou pelos marcadores, e rolou para Iarley empatar o jogo. Depois de sofrer mais um gol santista, o Corinthians utilizou a mesma fórmula para voltar ao jogo, com gol de Elias após passe preciso de Bruno César. O gol da vitória também saiu a base do toque de bola, mas pelo alto, com Danilo cruzando a bola para Paulo André.

"A gente mostrou muita frieza nesse jogo. A gente não se desesperou apesar daquele gol que a gente sofreu no comecinho, tivemos calma e isso é mérito do trabalho que a gente vem fazendo. Temos a consciência de que não podemos nos desesperar", disse o lateral-esquerdo Roberto Carlos, na saída do gramado.


Leia mais sobre: Corinthians Santos Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias