iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/09 - 19:14

Elias fica no Atlético-GO e espera proposta no fim do ano

"Tenho certeza que em dezembro vai surgir outra oportunidade", disse o meia, que recebeu convite do Al-Ain

Gazeta Esportiva

Principal destaque do Atlético-GO no Campeonato Brasileiro, o meia Elias, vice-artilheiro da competição, com nove gols, recebeu uma proposta do Al Ain (Emirados Árabes Unidos), mas preferiu ficar no Dragão, esperando uma boa oportunidade para o fim do ano.

"Estou fazendo um bom trabalho no Atlético-GO e ficarei até o fim do ano. Tenho certeza que em dezembro vai surgir outra oportunidade, estou tranquilo e sei que o mais importante é estar feliz", disse o jogador, em entrevista à Rádio 730.

Segundo ele, os valores apresentados pelo ex-clube do chileno Valdívia, atualmente no Palmeiras, não foram tentadores, principalmente pelo longo vínculo oferecido pela equipe árabe.

"Falam de R$ 3 milhões, mas não é bem assim. Seriam quatro anos de contrato, então não é tentador. Para sair do Brasil, ainda mais para o mundo árabe, tem que ser uma coisa muito boa. Por um ano, seis meses, seria um bom dinheiro", justificou. Sem marcar há três partidas, o jogador viu Washington, do Fluminense, assumir a artilharia isolada da competição nacional ao balançar as redes no confronto ante o Corinthians, que tem Bruno César, autor dos mesmos nove gols feitos por Elias.

Principal destaque do Atlético-GO no Campeonato Brasileiro, o meia Elias, vice-artilheiro da competição, com nove gols, recebeu uma proposta do Al Ain (Emirados Árabes Unidos), mas preferiu ficar no Dragão, esperando uma boa oportunidade para o fim do ano.

"Estou fazendo um bom trabalho no Atlético-GO e ficarei até o fim do ano. Tenho certeza que em dezembro vai surgir outra oportunidade, estou tranquilo e sei que o mais importante é estar feliz", disse o jogador, em entrevista à Rádio 730.

Segundo ele, os valores apresentados pelo ex-clube do chileno Valdívia, atualmente no Palmeiras, não foram tentadores, principalmente pelo longo vínculo oferecido pela equipe árabe.

"Falam de R$ 3 milhões, mas não é bem assim. Seriam quatro anos de contrato, então não é tentador. Para sair do Brasil, ainda mais para o mundo árabe, tem que ser uma coisa muito boa. Por um ano, seis meses, seria um bom dinheiro", justificou.

Sem marcar há três partidas, o jogador viu Washington, do Fluminense, assumir a artilharia isolada da competição nacional, com dez tentos anotados, ao balançar as redes no confronto ante o Corinthians, que tem Bruno César, autor dos mesmos nove gols feitos por Elias.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias