iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/09 - 18:32

Árbitro inocenta Neymar e relata agressão a Marquinhos na súmula
Heber Roberto Lopes relatou na súmula a agressão do policial, mas poupou os atletas envolvidos na confusão após Ceará x Santos

Samir Carvalho, iG São Paulo

O árbitro da partida entre Ceará e Santos no último domingo, Heber Roberto Lopes relatou a agressão do policial no meia Marquinhos, do Santos. Porém, o juiz não citou na súmula nenhum jogador que estava envolvido na confusão. Desta forma, Heber ignorou o desentendimento entre o atacante Neymar e o volante João Marcos, que iniciaram a confusão no gramado do Estádio do Castelão.

Segundo Heber, o relato sobre a agressão do policial ao santista foi feito pelo responsável pelo policiamento do jogo, capitão Alexandre.

"Após o término do jogo, nós da equipe de arbitragem dirigíamos para nosso vestiário, vimos o soldado Sr. Jean atingir com sua tonfa (cacetete Militar) as costas do jogador Marcos nº 10 da equipe do Santos o qual veio ao solo imediatamente. Após essa situação, o referido atleta levantou-se e foi para o vestiário", relatou o árbitro na súmula.

O meia Marquinhos já confirmou que vai à Justiça contra o policial. Após a confusão em Fortaleza, o jogador registrou um Boletim de Ocorrência e passou por um exame de corpo de delito.

"O processo será aberto contra ele. Porque temos que prender bandido e no campo não tem bandido. Ele foi covarde. Quando estava de frente, ele não fez nada. Meu pai me ensinou que a policia foi criada para defender o cidadão e não ao contrario. Ele tem que ser punido para servir de exemplo", disse o meia. 


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Santista Marquinhos diz ter sido agredido

Marquinhos exibe ferimento
Depois da partida em Fortaleza, meia santista se envolveu em tumulto com a participação de policial no estádio

Topo
Contador de notícias