iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/08 - 00:02

Corinthians mantém sina fora de casa e perde para o Cruzeiro

Gol de Montillo e pênalti defendido por Fábio decidiram confronto em Uberlândia, permitindo que o Fluminense abrisse 5 pontos para a equipe paulista na tabela

Gazeta Esportiva

Vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians segue com um aproveitamento de rebaixado quando as partidas são fora de casa. Apesar do embalo adquirido pela vitória convincente no clássico contra o São Paulo, o clube do Parque São Jorge acabou sendo derrotado pelo Cruzeiro pelo placar mínimo, gol do meia argentino Montillo, em confronto realizado na cidade de Uberlândia.

O tento do camisa 10 cruzeirense manteve o alvinegro de Parque São Jorge com o aproveitamento de aproximadamente 33% dos pontos fora de casa, campanha equivalente a do time no ano do rebaixamento para a Série B (2007). A equipe comandada por Adílson Batista venceu apenas um confronto longe do Pacaembu, logo no primeiro jogo fora de casa, contra o Grêmio, na segunda rodada.

Dessa forma, o Corinthians segue com 31 pontos na tabela de classificação, cinco atrás do Fluminense, que bateu nesta quarta-feira o Goiás, por 3 a 0, no Serra Dourada, e aumentou ainda mais a diferença na ponta da tabela. Por outro lado, o Cruzeiro vai a 24 tentos e encosta no G-4 da competição.

Depois de somar sua terceira derrota fora de casa, o Corinthians buscará a reabilitação no domingo, contra o Vitória, às 16 horas, no estádio do Pacaembu - em partida que pode marcar o retorno do centroavante Ronaldo, após mais de quatro meses ausente dos gramados. No sábado, o Cruzeiro entra em campo às 18h30 para encarar o Vasco.

Veja como foi o gol de Montillo

O jogo
Ambas as equipes entraram em campo nesta quarta-feira em busca da afirmação. O Corinthians, vice-líder do Brasileirão, para melhorar seu retrospecto fora de casa e manter a perseguição ao Fluminense. O Cruzeiro, por sua vez, para reabilitar-se da derrota em casa para o Vitória, no último final de semana. E, estreando em Uberlândia, a Raposa começou melhor e buscou a pressão sobre a defesa alvinegra.

Logo aos três minutos, os donos da casa comemoraram pela primeira vez e diminuíram o barulho da torcida corintiana, que ocupou grande espaço no estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia. Após sobra de bola pela esquerda, o meia argentino Montillo soltou a bomba pela ponta esquerda e surpreendeu Júlio César, que saltou e viu a bola entrar no gol.

A vantagem no marcador mudou drasticamente a postura cruzeirense dentro de campo. Depois de quatro minutos de extrema ousadia, a Raposa recuou totalmente e chamou o Corinthians para a pressão. Dessa forma, o alvinegro buscou o empate e teve a primeira grande oportunidade aos seis minutos.

Jucilei fez grande jogada pela direita, cortou Everton e foi bloqueado na hora do cruzamento. No entanto, a bola desviou no braço do meio-campista e o árbitro Sandro Meira Ricci assinalou pênalti. Destaque corintiano no Campeonato Brasileiro, o meia Bruno César, artilheiro do torneio com oito gols, cobrou mal, no meio do gol, e viu o goleiro Fábio defender com os pés.

A falha na penalidade máxima abateu o camisa 10 corintiano. Entretanto, mesmo sem uma atuação inspirada do principal organizador de jogadas, o clube de Parque São Jorge dominou completamente o primeiro tempo, mas parou na forte armação defensiva do time de Cuca.

A melhor oportunidade corintiana ocorreu aos 39 minutos. Após cruzamento de Bruno César, Paulo André subiu mais alto que a defesa mineira e acertou a trave de Fábio. No rebote, a zaga da Raposa conseguiu afastar o perigo e evitar o empate no final da primeira etapa de jogo.

O retrato da parte final do jogo acabou sendo o mesmo do início da partida. O Corinthians, necessitado pelo empate, buscando a pressão sobre a zaga mandante. Os mineiros, por outro lado, investiam nos contra-ataques velozes, geralmente puxados por Montillo, e impediram um domínio completo do Timão.

Com Bruno César apagado em campo, os paulistas pouco ameaçaram Fábio durante a segunda etapa. Os constantes erros de passes prejudicaram as armações de jogadas, tanto que a melhor oportunidade foi logo aos dois minutos, e do Cruzeiro.

Em uma rápida jogada pelo lado esquerdo, Everton chegou à linha de fundo e chutou rasteiro. Para infelicidade dos torcedores celestes, nem Wellington Paulista, nem Robert, alcançaram a bola para fazer o segundo gol.

Conforme o tempo passou no cronômetro, o cansaço afetou o Corinthians. Para tentar aumentar a força ofensiva, Adílson Batista colocou Souza e William Morais, nas vagas dos inoperantes Bruno César e Iarley. Entretanto, as mexidas do treinador alvinegro pouco surtiram efeito.

Dessa forma, o Cruzeiro, com uma postura extremamente cautelosa e privilegiando o contra-ataque, segurou a vitória, que siginificou a recuperação do time de Cuca no Campeonato Brasileiro. O Timão, por outro lado, segue com uma péssima campanha longe do Pacaembu, onde está imbatível.


FICHA TÉCNICA
- CRUZEIRO 1 x 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG)
Data: 25 de agosto de 2010, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Assistentes: Ênio Ferreira de Carvalho e César Augusto de Oliveira Vaz (ambos do DF)
Cartões amarelos: Edcarlos, Everton, Caçapa, Gil, Henrique e Wellington Paulista (Cruzeiro); Chicão, Alessandro, Jorge Henrique e Souza (Corinthians)

Gol: CRUZEIRO: Montillo, aos três minutos do primeiro tempo

CRUZEIRO: Fábio; Edcarlos, Caçapa e Gil; Jonathan, Marquinhos Paraná, Henrique, Montillo (Roger) e Everton (Pablo); Wellington Paulista e Robert (Wallyson)
Técnico: Cuca

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, Paulo André e Roberto Carlos (Paulinho); Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César (William Morais); Jorge Henrique e Iarley (Souza)
Técnico: Adílson Batista


Leia mais sobre: Corinthians Cruzeiro Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

cruzeiro corinthians

Montillo comemora
Meia argentino foi o responsável pelo único gol do jogo no Triângulo Mineiro nesta noite de quarta

Topo
Contador de notícias