iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/08 - 01:52

D'Alessandro diz que fica para o Mundial

Jogador nunca disputou a competição e espera o título. Meia lembrou de Jorge Fossati, técnico que começou a campanha

Marcel Rizzo, enviado iG a Porto Alegre

O meia Andres D’Alessandro repetiu que pretende continuar no Internacional para disputar o Mundial de Clubes, em dezembro, em Abu Dhabi. Jogador com propostas do River Plate, clube que o revelou na Argentina, e de clubes de médio porte da Europa, ele havia deixado em aberto antes do primeiro jogo da final sua permanência.

“Quero jogar o Mundial, um campeonato que nunca disputei. Eu nunca tinha conquistado a Libertadores, e esse gosto aqui é especial. Tenho contrato com o Inter (até 2012), minha família gosta de Porto Alegre e quer ficar”, disse o jogador, que concedeu entrevista com o filho Santino, de 2 anos, no colo.

Emocionado, o argentino admitiu que o Inter se tornou o clube mais importante de sua carreira depois do título da Libertadores. Revelado pelo River Plate, foi jogar na Europa e voltou à Argentina para atuar no San Lorenzo antes de ir ao Inter.

“São dois anos aqui e estou muito feliz. Quero curtir esse momento, com a família, minha mulher, filho, irmão. Não jogo pensando em prêmio, ou em convocação para a seleção da Argentina. Estou coroado”, disse D’Alessandro.

Ele lembrou de Jorge Fossati, técnico que iniciou a campanha na Libertadores e foi demitido apesar de classificar o time para a semifinal. “Tem um pouco, ou até bastante dele, nesse título. Ele colocava um atacante e a imprensa pegava no pé dele. O Celso (Roth) colocou um atacante algumas vezes e jogamos bem. Ele mudou algumas peças nesses quatro jogos, acho que o mérito tem que ser dividido”.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias