iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/08 - 13:21

Marcos projeta nova "Família Scolari" no Palmeiras

Felipão acumula elogios por insistir em treinos de fundamentos para melhorar a parte técnica do time

Gazeta Esportiva

O técnico Luiz Felipe Scolari notabilizou o seu trabalho na campanha da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2002 com a formação de uma família. Um dos destaques do torneio disputado na Coreia do Sul e no Japão, o goleiro Marcos lembra bem da união do grupo pentacampeão mundial e acredita que o treinador pode transferir o mesmo espírito para o trabalho no Palmeiras até o final da temporada 2012.

"É mais fácil o Felipão trazer esse ambiente de família para um clube. Na seleção, você passa 40 dias junto com todos, mas é mais desgastante", compara. "A forma de trabalho dele é assim, é um técnico que não gosta de ver os atletas de cara feia. Quando você transforma um time em família, a pancada recebida por um traz dor a todo mundo", avisa o capitão alviverde.

Marcos ressalta que Scolari é o tipo de treinador que conquista rapidamente a confiança dos atletas. No Palmeiras, o técnico já iniciou o processo de retirar a pressão do ombro de seus comandados. Sem vitórias desde que assumiu a equipe, Felipão assumiu a responsabilidade e aceitou receber todas as críticas.

"Trata-se de um treinador honesto, sério, trabalhador, ele segura muito a barra dos jogadores, chama a responsabilidade. Jogador gosta disso, ele só cobra dentro dos vestiários. Sei que esse tipo de coisa funciona, meus grandes títulos foram ao lado do Felipão", destaca Marcos.

Dentro de campo, o novo técnico também já ganhou o respeito de seu grupo. Felipão acumula elogios por insistir em treinos de fundamentos para melhorar a parte técnica do time. "Ele observa os mínimos detalhes.
É difícil fazer um trabalho de base com profissionais. O Scolari faz sempre muito isso, sem esquecer da cobrança. Claro que está um pouco mais light, procurando falar muito com todos, mas continua se aplicando aos mínimos detalhes", explica Marcos.

Com tantos elogios do capitão ao estilo Felipão, resta ao torcedor palmeirense ter paciência para aguardar os resultados. "Temos uma equipe em formação. As coisas podem demorar um pouco mais do que o previsto, mas vamos tentar brigar pela Libertadores e até pelo título", prevê o goleiro.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias