iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/07 - 13:41

Ação trabalhista não impede acerto do Corinthians com Adilson

"Se o escolhido for o Adilson, levaremos em conta primeiro o profissional. Depois, acertaremos o problema trabalhista", disse Sanchez

Gazeta Esportiva

O presidente Andrés Sanchez tem uma relação de quatro candidatos a ocupar a vaga deixada por Mano Menezes (anunciou acerto com a seleção brasileira neste sábado) no Corinthians. Um deles é Adilson Batista, que se desligou do Cruzeiro no último dia 3 de junho.

Como zagueiro, Adilson foi titular do Corinthians na decisão do Mundial de Clubes de 2000, contra o Vasco. Mas deixou o Parque São Jorge meses depois, cobrando judicialmente R$ 500 mil referentes a atrasos nos pagamentos de salários e luvas. O clube foi condenado a pagar a dívida durante a gestão de Alberto Dualib.

"Essa ação não importa na hora da contratação. Se o escolhido for o Adilson, levaremos em conta primeiro o profissional. Depois, acertaremos o problema trabalhista", assegurou Sanchez, que espera acertar um contrato até o final de 2011 com o substituto de Mano. "Será até o final do meu mandato, mas não conversamos com ninguém ainda."

Sanchez faz mistério ao falar sobre os cotados a assumir a direção técnica do Corinthians. "O novo treinador... Veja bem, temos aí Mourinho, Alex Ferguson, Adilson Batista, Carlos Alberto Parreira, Joel Santana, Felipeão... Cravem um nome, pois ainda estamos discutindo", afirmou.

Carlos Alberto Parreira conquistou a Copa do Brasil e o Torneio Rio-São Paulo pelo Corinthians em 2002, antes de também assumir a seleção brasileira, e conta com a simpatia dos dirigentes do clube. Após dirigir a África do Sul no último Mundial, contudo, ele disse que gostaria de descansar até o final do ano.

"O Parreira tem uma história bonita no Corinthians. É um grande nome, e eu gosto dele. Mas não existe um perfil igual ao do Mano, ao do Muricy. Cada um é cada um. Vamos analisar primeiro o homem e as suas atitudes, depois o profissional. O Corinthians continuará forte. Vamos resolver isso o quanto antes", garantiu Sanchez.


Leia mais sobre: Corinthians Adilson Batista

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias