iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/07 - 15:05

Santos minimiza ofertas europeias por Ganso e Neymar

Meio-campista tem multa rescisória de R$ 115 milhões, enquanto atacante tem cláusula de R$ 77 milhões

Gazeta Esportiva

Recém-chegado de uma viagem à África do Sul, onde acompanhou alguns dos primeiros jogos da Copa do Mundo, o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, falou nesta quinta-feira sobre as propostas recebidas pelo meio-campista Paulo Henrique e pelo atacante Neymar. Tranquilo, o mandatário minimizou, durante evento que marcou o lançamento da pedra fundamental do Museu Pelé - que será construído na cidade -, a força das ofertas feitas por Lyon e West Ham, respectivamente.

Os dois times europeus ofereceram 15 milhões de euros (R$ 33,2 milhões) por cada um dos 'Meninos da Vila'. "O torcedor não precisa ficar nem um pouco preocupado, pois da mesma maneira que eles escrevem uma proposta, botam os números que querem e mandam por email, eu também poderia fazer o mesmo e mandar uma proposta ao Real Madrid e outra ao Barcelona tentando contratar o Kaká e o Messi. Os números envolvidos são absolutamente fora de propósito", comentou.

Desvalorizando o assédio de Lyon e West Ham pelos jovens talentos santistas, o presidente destacou que, mesmo que sejam feitas novas ofertas e que alcancem os valores estipulados nas multas rescisórias dos jogadores, o Santos irá fazer todo o esforço possível para mantê-los na equipe.

Ganso tem vínculo até 2015 com o time do litoral e uma multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 115 milhões). Já Neymar tem um contrato um pouco mais curto com o Santos, até 2014, com sua multa avaliada em 35 milhões de euros (R$ 77 milhões).

"Proposta não diz absolutamente nada. Quando não há interesse na venda, pode vir a proposta que for. A única possibilidade de eles saírem é com alguém pagando a multa. Ainda assim a gente vai lutar para que eles não saiam. Nós renovamos recentemente os contratos deles, aumentamos os seus salários e as multas de rescisão também. Definitiva e oficialmente não queremos vender ninguém. A caneta está comigo e não vou usá-la para dissolver esse time que está encantando todo mundo", encerrou Luis Álvaro.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias