iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/05 - 00:30

Adilson reconhece jogo ruim, mas elogia zagueiros do Cruzeiro

Com as críticas aos zagueiros do time, o técnico lembrou que não é fácil contratar jogadores para esta posição

Gazeta Esportiva

O Cruzeiro ganhou por 1 a 0. E foi vaiado. Mesmo subindo para a terceira colocação do Campeonato Brasileiro, a torcida do Estrelado não perdoou o técnico Adilson Batista, que ouviu gritos de "burro" ao substituir o meia Roger. Reconhecendo uma atuação ruim, o comandante pediu paciência para as arquibancadas.

"Nós estamos falando só de um jogo. Nesses dois anos e meio (que ele comanda o time) não lembro de tomar sufoco. É que é muita cobrança e no Cruzeiro é maior. Isso eu falo de cadeira. Hoje não vamos esconder que o time jogou mal, recuou. Não é tão fácil", comentou o técnico.

Uma das principais cobranças das arquibancadas foi com relação ao desempenho dos zagueiros. Gil, Leonardo Silva e, principalmente, Thiago Heleno não transmitem segurança para os torcedores. De qualquer forma, Adilson lembrou que não é fácil contratar jogadores para esta posição.

"Hoje eu fiz um levantamento dos zagueiros e eu confio nos três. Temos que passar tranquilidade, o torcedor precisa entender, que tem dificuldade no mercado. Gil, teve um crescimento enorme, o Léo virou capitão, ídolo da torcida. O Thiago Heleno é um belo zagueiro, mas o pessoal tem um ódio, o torcedor vem premeditado", analisou o comandante, que ainda conta com Caçapa, Léo Fortunato e Luizão para a posição (mas os três não estrearam no Brasileiro).


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias