iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/05 - 06:50

Federação egípcia considera punição da Fifa "uma vitória"

Seleção terá que jogar as duas primeiras partidas em casa das eliminatórias para Mundial de 2014 a uma distância mínima de 100 quilômetros do Cairo e vai pagar multa

EFE

A Associação de Futebol do Egito (AFE) considerou uma "vitória" a punição imposta pela Fifa ao país por considerar que os egípcios não tomaram as medidas necessárias para garantir a segurança da delegação argelina em partida das eliminatórias da Copa do Mundo, informou a imprensa local.

Na terça-feira, a Comissão Disciplinar da Fifa decidiu impor uma sanção à AFE, obrigando a seleção egípcia a jogar os dois primeiros jogos em casa das eliminatórias para Mundial de 2014 a uma distância mínima de 100 quilômetros do Cairo. Além disso, a federação terá que pagar uma multa de 100 mil francos suíços (US$ 90 mil).

Segundo o jornal independente "Al-Masri al Yom", o chefe da AFE, Samir Zaher, afirmou que a decisão é uma "vitória para o futebol egípcio depois das acusações apresentadas pelos argelinos em sua queixa".

"As últimas provas apresentadas foram úteis para minimizar o castigo", disse Zaher, que acrescentou que não vai a pedir revisão da pena à Fifa.

No último dia 12 de novembro, um grupo de torcedores egípcios atacou o ônibus que levava a delegação de futebol argelina do aeroporto do Cairo a um hotel da cidade, onde dois dias depois seria disputada uma partida decisiva das eliminatórias para o Mundial de 2010.

O ataque deixou feridos quatro membros da delegação, incluindo três jogadores.

Além disso, a Fifa acusou a AFE de não ter garantido a segurança e a ordem no estádio do Cairo e de ter permitido a entrada de um número excessivo de torcedores.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias