iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/04 - 23:40, atualizada às 09:30 30/04

Grêmio segura Fluminense com um a menos e vence no Maracanã

Sem Fred e Conca, time carioca perdeu por 3 a 2 na estreia de Muricy, pelo jogo de ida das quartas da Copa do Brasil. Assista aos gols em vídeo

Gazeta Esportiva

Fred e Conca fizeram falta. Jonas e Douglas fizeram a diferença para o Grêmio, no Maracanã. Sem seus principais jogadores, o Fluminense saiu derrotado por 3 a 2 na estreia de Muricy Ramalho como técnico da equipe, no jogo de ida das quartas-de-final da Copa do Brasil.

O resultado dá uma boa margem de vantagem ao time gaúcho no confronto de volta, na quarta-feira. A equipe de Silas só será desclassificada caso perca por dois gols de diferença ou por um gol a partir do 4 a 3, no Olímpico.

Conca era ausência certa para o confronto, e Fred também ficou de fora poucas horas antes do jogo devido a uma apendicite. Ele será operado. Fizeram falta.

Mesmo assim, Muricy comemorou o primeiro gol da partida, marcado por André Lima, em bonita cabeçada. Ainda no primeiro tempo, o Grêmio virou para 2 a 1. Jonas e Douglas fizeram a diferença. No primeiro gol, Jonas driblou três vezes dentro da área, antes de Douglas marcar pela primeira vez com a camisa gremista. No segundo, Jonas anotou o seu 17º gol na temporada.

Com Rodrigo expulso nos acréscimos da primeira etapa, Silas precisou ver seu time se virar com um a menos por 45 minutos. A blindagem da área funcionou. Os gaúchos marcaram o terceiro em chute cruzado de Douglas. O Flu descontou com Equi Goinzález. Antes de decidir um lugar na semifinal da Copa do Brasil, o Grêmio encara a decisão do campeonato Gaúcho contra o Inter, no domingo.


O jogo
Mesmo com a chuva constante durante o dia, o gramado do Maracanã se apresentou em melhores condições em relação ao jogo entre Flamengo e Corinthians, na quarta-feira. Sem o trabalho para reconhecer a geografia no campo de jogo, os times trataram de ser objetivos, com muitos passes verticais e poucas trocas de bola.

A ausência de Fred pode ter dado a falsa impressão de uma maior facilidade para a defesa gremista. Mas André Lima, seu substituto, desempenhou bem o sue papel de homem de área. Na sua única chance no primeiro tempo, ele marcou. Após cruzamento de Wellington Silva, o camisa 9 pulou sozinho, cabeceando no canto direito de Victor, aos 12 minutos de partida.

Cadenciar o jogo não era o rumo natural do jogo. Em jogada de bola longa, Jonas recebeu dentro da área. Ele aplicou três dribles e tocou para Douglas. O meia bateu, a defesa afastou e o gremista emendou de cabeça, empatando aos 19 minutos.

Quando a bola chegava até Jonas, o time gaúcho criava perigo. O time gaúcho levava mais perigo. A virada saiu com Jonas. O camisa 7 recebeu passe de Borges após erro de posicionamento da defesa, deixando seu companheiro livre para marcar, aos 31 minutos.

O Fluminense conseguiu nos instantes finais acalmar a correria, colocando a bola no chão e tentando achar brechas na defesa gremista. Wellington Silva era o jogador mais insinuante do Flu. Em lance pela esquerda, ele chutou para grande defesa de Victor. Nos acréscimos, o garoto recebeu nova falta de Rodrigo, nas proximidades do meio-campo. O zagueiro gremista levou o segundo amarelo, sendo excluído do jogo.

Em desvantagem numérica, o Grêmio retornou para campo blindando sua área, tornando-a um bunker impenetrável. A postura fechada trouxe o Fluminense para o campo gremista. Mas o time carioca fez força, sobravam pernas para correr e alguém para pensar.

Gazeta Press
Douglas
Douglas foi um dos maiores destaques da partida sob chuva no Rio


A equipe de Silas passou a jogar por uma bola. Um lance seria suficiente para liquidar o confronto. O lance surgiu aos 27 minutos, em chute cruzado de Douglas, vencendo o goleiro Rafael.

O jogo parecia decidido, mas o improvável aconteceu. Victor tapeou o nada, após cruzamento da direita, Adeilson, caído no chão, evitou a saída da bola e Equi González descontou, aos 37 minutos. O arqueiro gremista se redimiu e, chute de fora da área de Adenilson, quando se esticou todo para evitar o empate. O Fluminense martelou até o fim, mas sem conseguir igualar o resultado.


FICHA TÉCNICA - FLUMINENSE 2 x 3 GRÊMIO


Local:
Estádio Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 29 de abril de 2010, quinta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Renda: R$ 329.930,00
Público: 21.410
Árbitro: Francisco Nascimento (AL)
Assistentes: Alessandro Rocha (Fifa-BA) e Carlos Berkenbrock (Fifa-SC)
Cartões amarelos: Everton, Digão, Wellington Silva, Mariano, André Lima e Equi González (Fluminense); Rodrigo, Edílson, Willian Magrão, Borges, Jonas e Jonas (Grêmio)
Cartão vermelho: Rodrgio (Grêmio)

Gols: FLUMINENSE: André Lima, aos 12 minutos do primeiro tempo; Equi Gonazález, aos 32 minutos do segundo tempo; GRÊMIO: Douglas, aos 19, e Jonas, aos 31 minutos do primeiro tempo; Douglas, aos 27 o segundo tempo;

FLUMINENSE: Rafael; Gum, Digão (Equi Gonazález) e Leandro Euzébio; Mariano, Diguinho, Marquinho, Everton e Júlio César (Willians); Wellington Silva (Adeilson) e André Lima
Técnico: Muricy Ramalho

GRÊMIO: Victor; Edílson, Ozeia, Rodrigo e Neuton; Adilson, Willian Magrão (Hugo), Leandro (Rafael Marques) e Douglas; Jonas (Fábio Rochemback) e Borges
Técnico: Silas


Leia mais sobre: Fluminense Grêmio

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Muricy, na estreia pelo Fluminense

Muricy Ramalho
Treinador terá muito trabalho para tentar vencer gremistas por 2 gols de vantagem no Olímpico

Topo
Contador de notícias