iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/03 - 19:05

Rodrigo nega favoritismo do Grêmio no RS

"O rival está com uma turbulência, mas diziam que estávamos jogando feio. Temos que chegar à final e conquistar o título", diz o zagueiro

Gazeta Esportiva

A semana inverteu a lógica inicial do futebol gaúcho em 2010. Mantendo a base do ano passado e disputando a cobiçada Libertadores, o Inter entrou o ano como o time mais forte do Estado. Porém, sem apresentar um bom futebol em nenhum momento da temporada, os colorados levaram um vexatório 3 a 0 do São José, na quarta-feira. No dia seguinte, o Grêmio, de bons resultados, mas de futebol pouco convincentes, derrotou o Novo Hamburgo em sua melhor atuação em 2010.

A vitória manteve o 100% de aproveitamento dos gremistas no segundo turno do Campeonato Gaúcho. Mas os três pontos valeram mais do que isso, levando o tricolor a assumir a melhor campanha geral do torneio, além de ter o melhor ataque da competição. Mesmo com todos os números a favor e com o maior rival em crise, falar em favoritismo não é um assunto muito bem vindo no Olímpico.

"Não tem isso. Acho que não. O rival está com uma turbulência. Mas diziam que estávamos jogando feio. Os resultados estão aí. Estamos como líderes. Vão colocar o favoritismo na gente. Estamos conscientes que estamos bem. Mas temos que chegar à final e conquistar o título", opinou o zagueiro Rodrigo.

Como venceu o primeiro turno do Gauchão, caso vença o segundo, o Grêmio será campeão gaúcho de maneira antecipada. O time de Silas já está classificado para as quartas de final da segunda metade do Estadual.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias