iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/03 - 16:08

No Botafogo, Herrera admite coração "um pouco brasileiro"

Botafoguense admite que até incorporou um pouco o jeito brasileiro de ser

Gazeta Esportiva

Há quatro anos no Brasil, o argentino Herrera se diz bem adaptado ao país, onde encontrou respeito e não passou dificuldades por conta da rivalidade futebolística regional. Com passagens por Grêmio e Corinthians, o agora botafoguense admite que até incorporou um pouco o jeito brasileiro de ser.

"Desde que cheguei (ao Brasil), sempre fui respeitado por todos, nunca sofri preconceito. Tenho uma filha brasileira e já estou há um tempo aqui, então posso dizer que tenho um coração um pouco brasileiro", disse o atacante ao site do clube, lembrando que ajudou a abrir espaço a compatriotas.

Contratado no início da temporada, Herrera conquistou a torcida do Botafogo com o rápido sucesso em General Severiano. De acordo com o jogador, o fato de ter se juntado ao grupo antes do início das competições o ajudou bastante e não vinha ocorrendo nos times que defendeu recentemente.

"Nos outros clubes, sempre cheguei com o Estadual em andamento, com umas oito rodadas. Até me adaptar e pegar o ritmo de jogo demorava. Aqui no Botafogo foi diferente, pude realizar uma boa pré-temporada", comentou Herrera, que agradeceu o apoio e tranquilidade passados pelos torcedores.

Parceria estrangeira - Além de Herrera, o Botafogo conta com outro atacante que fala espanhol, o uruguaio Sebastián "Loco" Abreu. O argentino diz que a dupla, que se concentra junto antes das partidas da equipe, tem se dado bem especialmente pela boa recepção da torcida e dos companheiros de elenco.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias