iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/02 - 02:29

Mano Menezes defende Escudero e explica reclamação

Joagor foi o autor da falta que virou o pênalti e o gol da vitória da Ponte Preta por 2 a 1 sobre o Corinthians

Gazeta Esportiva

O substituto de Roberto Carlos apareceu bastante no jogo entre Corinthians e Ponte Preta - nem sempre de maneira positiva. No primeiro tempo, o lateral esquerdo Escudero levou e aplicou dribles desconcertantes. No segundo, cometeu um pênalti decisivo para a derrota corintiana e deixou o campo irritado quando foi substituído por Tcheco.

"Não vamos colocar o peso da derrota nas costas do Escudero. Ele teve uma boa atuação, dentro das suas características. Não foi o primeiro jogador do Corinthians que fez um pênalti", advogou o técnico Mano Menezes, em dúvida se realmente houve falta dentro da área sobre o seu desafeto Finazzi. "Não sei se o Escudero atingiu o jogador da Ponte ou não."

Mano ainda explicou a revolta de Escudero ao deixar o campo. "A insatisfação não era comigo. O Escudero comentou que a substituição foi feita logo antes de um lance de bola parada. Ele queria aproveitar a sua estatura para fazer o gol. Essa colocação dele tem fundamento. E também não vejo mal em jogador chutar copinho d'água", disse o treinador, incomodado com o assunto.

Com ou sem a sua parcela de culpa na derrota do Corinthians, Escudero manteve a fama de jogador violento. O argentino foi o único do time comandado por Mano Menezes a receber cartão amarelo na derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta, na noite desta quarta-feira, no estádio Moisés Lucarelli.


Leia mais sobre: Corinthians Ponte Preta Escudeiro Campeonato Paulista

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

ponte preta

Ponte Preta
Time de Campinas venceu por 2 a 1 e tirou a invencibilidade do Corinthians no Paulistão

Topo
Contador de notícias