iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/01 - 11:47

América-MG revoltado com arbitragem do clássico com o Atlético

"Depois da expulsão de Jonílson, a gente tinha muito medo que um jogador nosso também fosse expulso no segundo tempo e foi o que aconteceu", reclamou um funcionário

Gazeta Esportiva

A atuação do árbitro Cleison Veloso Pereira e de seus auxliares Helbert Costa Andrade e Guilherme Dias Camilo no clássico entre Atlético-MG e América, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro, domingo, no Mineirão, ainda revolta os dirigentes do Coelho. Para eles, o clube foi muito prejudicado pelo trio. O clube promete tomar providências junto a Federação Mineira de Futebol.

"Depois da expulsão de Jonílson, a gente tinha muito medo que um jogador nosso também fosse expulso no segundo tempo e foi o que aconteceu. Acho que foi criada uma pressão em cima do árbitro. Esta coisa toda fez com que ele expulsasse um jogador do América, de forma totalmente equivocada", afirmou Caio Sallum, assessor especial da presidência do clube.

O dirigente também reclama de outro lance capital na partida. Aos 38 minutos, do segundo tempo, Luciano foi lançado em profundidade e ficaria sozinho, de frente para Aranha, mas o trio de arbitragem impugnou o lance, alegando impedimento. "O Luciano ia sair na cara do goleiro. É um absurdo. A gente ainda vai analisar o que fazer", afirmou.

Apesar das críticas, Sallum ficou feliz com a atuação do América. "Foi uma estreia e a gente tem que ressaltar isso, mas foi uma grande partida, que faz a gente ter uma grande expectativa para o Mineiro". Para ele, faltou apenas um pouco mais de sorte para garantir a vitória. "Aquele lance do Luciano em que a bola bateu no travessão e na trave foi incrível. Não sei como aquela bola não entrou", lamentou.


Leia mais sobre: América-MG Campeonato Mineiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias